Deputados criam Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Trabalhadores em Transportes

Paulinho representou a CNTTL na audiência de lançamento da Frente Parlamentar

Por: Fabiana Caramez, com informações da UGT e CNTTL
Publicação: 07/06/2019
Imagem de Deputados criam Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Trabalhadores em Transportes

Paulinho participa do Lançamento da Frente

Os deputados federais lançaram no último dia 5 de junho a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Trabalhadores em Transportes, com o objetivo de discutir amplamente proposituras de interesses dos trabalhadores em transportes, em especial, fortalecer o sistema, contemplando todos os modais e debater diretrizes a fim de obter respostas para quem usa e para os que trabalham neste setor.

Segundo levantamento, o ramo do transporte é responsável por cinco milhões de empregos assalariados, autônomos e informais, entre motoristas e setores de apoio, que trabalham no transporte aéreo, marítimo, rodoviário e metroviário, de carga e de passageiros, urbano e rural.

O ato de lançamento da Frente aconteceu no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados, em Brasília e contou com a participação de centenas de dirigentes sindicais e trabalhadores do ramo.

A Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Trabalhadores em Transportes será coordenada pelo deputado Valdevan Noventa (PSC-SE), que é presidente licenciado do Sindicato dos Motoristas de São Paulo. Mais de 1/3 dos deputados federais assinaram o requerimento para registro da Frente, o que mostra a importância do tema.

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL) e do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região Paulo João Estausia esteve presente no lançamento da Frente e ressaltou a importância da iniciativa para a efetivação de leis que tragam melhorias às condições de trabalho da categoria.

“Daqui para frente os trabalhadores em transportes não mais estarão desamparados neste Congresso Nacional. Reafirmo que a CNTTL está sempre à disposição para trabalhar em conjunto em prol dos trabalhadores de todo o Brasil”, falou o presidente da CNTTL Paulinho no ato de lançamento da Frente.

2019, imprensa, Divulgação

Paulinho discursa no lançamento da Frente Parlamentar MistaDivulgação
Os participantes da Frente marcaram posição contrária à reforma da Previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) e os dirigentes sindicais presentes reafirmaram a participação do ramo do transporte na GREVE GERAL de 14 de junho.

Sobre a reforma da Previdência, Paulinho falou da responsabilidade do ramo na greve geral. “Acho que todos aqui têm consciência de que esse ministro Paulo Guedes é um corretor da pior espécie. Aquele que pega os patrimônios brasileiros e vende praticamente de graça aos capitalistas internacionais. Todo mundo aqui tem a responsabilidade de organizar a base e parar no dia 14 de junho contra a reforma da Previdência que irá acabar com a aposentadoria do trabalhador.”

CNTTL

Entre as principais bandeiras de luta da CNTTL destaca-se o Projeto de Lei 2163/2003, do deputado federal Vicente Paulo da Silva (PT/SP), Vicentinho, que proíbe a dupla função do motorista nos ônibus e exige a obrigatoriedade de ter um segundo trabalhador no interior dos ônibus nos setores urbanos e suburbanos.

A dupla-função é uma realidade nefasta adotada no transporte urbano e suburbano de passageiros e que vem crescendo com o avanço tecnológico, com a implantação da bilhetagem eletrônica. Os sindicatos dos rodoviários filiados à CNTTL promovem intensas lutas para barrar a dupla função e manter o posto de trabalho do cobrador ou agente de bordo.

"É fundamental ter um segundo trabalhador no ônibus para auxiliar os passageiros durante a viagem do coletivo.

O motorista tem que prestar atenção no trânsito, não pode ficar dando troco e cuidando dos problemas que ocorrem no interior do veículo. Hoje nossa legislação proíbe fazer outra função com veículo em movimento, portanto, dirigir e cobrar ao mesmo tempo é inviável, inseguro ao passageiro e contraria o disposto no Código de Trânsito Brasileiro.  Além de precarizar o trabalho, os impactos da dupla função na saúde do profissional motorista são preocupantes", conta o presidente da CNTTL Paulinho.


 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: