Dilma sobre a Lava Jato: "Estamos caminhando para o Estado de Exceção"

Presidenta condenou as declarações do ministro da Justiça de Temer, Alexandre Moraes, que adiantou as ações da Operação

Por: Com Vermelho
Publicação: 27/09/2016
Imagem de Dilma sobre a Lava Jato:

Roberto Stuckert Filho

A presidenta democraticamente eleita, Dilma Rousseff criticou, por meio das redes sociais,  na segunda (26) as declarações do ministro da Justiça do governo ilegítimo, Alexandre Moraes, que adiantou as ações da Operação Lava Jato que prendeu o ex-ministro Antonio Palocci. Dilma condenou o que classificou de "uso político" da Lava Jato.

"O país vive uma situação grave. O anúncio de nova fase da Lava Jato pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, num palanque eleitoral, em plena atividade de campanha em Ribeirão Preto, na véspera da prisão de Antônio Palocci, lança suspeitas de abuso de autoridade e uso político da Polícia Federal", afirmou a presidenta legitimamente eleita.

Durante ato de campanha do candidato do PSDB Duarte Nogueira, em Ribeirão Preto, interior paulista, Moraes afirmou: “Pode ficar sossegado, apoio total à Lava Jato. Tanto que quinta teve uma, sexta teve outra e essa semana vai ter mais. Podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim”.

Dilma destacou ainda que se tal situação tivesse ocorrido no seu governo "seríamos duramente criticados pela imprensa e pela oposição". E completou: "Estamos caminhando para o Estado de Exceção".
 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: