Bahia: Em marcha contra o governo golpista, educadores sofrem abuso de poder e truculência

Mobilização aconteceu no sábado (2), em Itanhém, no extremo sul do estado

Por: Com Voz do Movimento
Publicação: 04/07/2016
Imagem de Bahia: Em marcha contra o governo golpista, educadores sofrem  abuso de poder e truculência

fotos: Voz do Movimento

Durante a abertura do Encontro de Educadores da Brigada Nelson Mandela,  no sábado (2), em Itanhém, no extremo sul da Bahia, cerca de 200 pessoas foram ameaçadas por Francisco Moleza Godoy, que dizia ser Juiz Eleitoral e pelo tenente Fabio da Polícia Militar, ambos sem identificação.

Segundo informações do site Voz do Movimento, houve a tentativa de paralisar a marcha quando o juiz tentou retirar o microfone das mãos de uma das companheiras que estava coordenando a atividade. Além disso, o tenente invadiu as  filas da caminhada com um carro apontou uma arma contra os educadores e educadoras.

De acordo com o site, a situação só foi normalizada com a chegada do major Calmon, que dialogou com os educadores e questionou o método adotado pelo tenente afirmando ter sido uma imprudência.

Os educadores estavam em marcha pelo centro da cidade em defesa da democracia e em denúncia ao governo golpista de  Michel Temer (PMDB). A direção do Movimento Sem Terra (MST), na região, caracterizou a ação como uma tentativa de silenciar a voz dos trabalhadores que denunciam os retrocessos políticos com o atual governo.

 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: