Reuters tenta proteger FHC em matéria sobre corrupção na Petrobras

Agência de notícias publicou por engano uma indicação do editor - "podemos tirar, se achar melhor"


Publicação: 25/03/2015
Imagem de Reuters tenta proteger FHC em matéria sobre corrupção na Petrobras

montagem/divulgação

A agência de notícias Reuters publicou uma entrevista com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na segunda-feira (23) que veio acompanhada, por engano, de uma orientação do editor: “podemos tirar, se achar melhor”.

A frase indicava um parágrafo que destacava o depoimento do ex-diretor da Petrobras Pedro Barusco, no qual afirmou à Justiça que o esquema de corrupção na estatal ocorre desde 1997, durante o governo FHC.

A indicação para retirar o trecho aponta uma proteção da agência de notícias ao ex-presidente tucano. Apesar de a informação de que o escândalo começou no governo tucano já ter sido exaustivamente divulgada, o veículo optaria, nesse caso, por não destacá-lo, tornando o texto mais favorável ao ex-presidente.

A entrevista foi republicada na terça-feira 24 com a seguinte mensagem da Reuters: “Reenvia texto publicado originalmente na segunda-feira para excluir nota do editor no fim do 6º parágrafo”. O assunto foi parar entre os temas mais comentados no Twitter brasileiro, com a hashtag #PodemosTirarSeAcharMelhor

Com Brasil 247 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email:

Filiados