“Estamos 100% empenhados para ajudar eleger Lula presidente do Brasil”, afirma Paulinho presidente reeleito da CNTTL

A nova Direção foi aclamada por consenso pelos 150 trabalhadores e trabalhadoras dos modais de transportes.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 07/05/2022 às 17:55 - Atualização: 09/05/2022 às 10:15
Imagem de “Estamos 100% empenhados para ajudar eleger Lula presidente do Brasil”, afirma Paulinho presidente reeleito da CNTTL

Paulinho foi reeleito presidente da CNTTL - foto: Felix Pereira

Eleger Lula presidente do Brasil e uma bancada representativa de parlamentares comprometidos com as lutas da classe trabalhadora e fortalecer as pautas dos trabalhadores em transportes são as prioridades da nova Direção da CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística), que foi eleita na última sexta-feira, dia (6/5), durante o 3º Congresso da entidade.

O evento aconteceu de forma presencial, na capital federal na sede da CONTAG (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura Familiar), após um período difícil da pandemia de COVID-19, que ceifou a vida de quase 700 mil brasileiros no país. 

O rodoviário de Sorocaba, Paulo João Estausia, conhecido como Paulinho no movimento sindical,  foi reeleito presidente da CNTTL. A nova Direção foi aclamada por consenso pelos 150 trabalhadores e trabalhadoras dos modais de transportes.


Trabalhadores e trabalhadoras do ramo dos transportes aprovam por consenso a nova Direção da CNTTL - Foto: Felix Pereira


Paulinho, que sobreviveu à COVID-19 depois de quase 60 dias internado, fez um balanço positivo dos três dias de Congresso.

 “Fizemos debates importantes da pauta dos trabalhadores brasileiros de todos os modais de transportes e refletimos sobre esse momento que estamos vivenciando de um governo que aplica políticas de repressão e retirada de direitos dos trabalhadores. Aprovamos resoluções importantes, entre elas, dedicação de 100% de trabalho incessante para eleger Lula  Presidente do Brasil, para que possamos resgatar nossos direitos e fazer a luta juntamente com um governo progressista”, explica o sindicalista, que é presidente do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba.  

O 3º Congresso CNTTL teve uma renovação de 50% de novos sindicatos e federações de trabalhadores e trabalhadoras de transportes, citando como exemplos de Maringá (PR), Mato Grosso do Sul, Recife (PE), Osasco (SP) entre outros estados. Outro avanço expressivo foi o aumento da participação das mulheres trabalhadoras.

O Congresso também contou com prestígio internacional com a participação de representantes da ITF (Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes) e da FUTAC (Federação Unitária de Transportes, Portos, Pesca e Comunicação da América). A CNTTL é filiada às entidades.


Responsabilidade grande

Foto: Felix Pereira


Paulinho (foto acima) disse que esse ano será decisivo e a transformação que o Brasil vivenciará está nas mãos de cada um de nós. 

“Não podemos nos curvar diante desse modelo de governo genocida e fascista que quer acabar e aniquilar os sindicatos. A nossa responsabilidade é muito grande. Essa será uma eleição muito difícil e neste ano decisivo faremos parte dessa história. Por isso, aprovamos no nosso 3º Congresso estratégias de enfrentamento, como a criação dos Comitês da CNTTL em todo o país de Luta em Defesa da Classe Trabalhadora, pela Vida e Democracia e também a participação de todos os modais de transportes no projeto das Brigadas Digitais da CUT, que têm a finalidade de combater, denunciar e desconstruir  as fake news do governo Bolsonaro", explicou.

O 3º Congresso da CNTTL prestou homenagem ao saudoso e liderança do ramo dos transportes, “Daladier Nunes de Alencar”, que faleceu em Salvador, no dia 20 de fevereiro de 2014, vítima de um ataque cardíaco.




Nova Diretoria da CNTTL eleita para os próximos quatro anos - Foto: Felix Pereira 


Confira as principais resoluções aprovadas no Plano de Lutas no 3º Congresso da CNTTL:

 

Em defesa da Democracia, Fora Bolsonaro;

Pelo fim da atual política de preços da Petrobrás e contra a privatização;

Criação das Brigadas Digitais do Ramo dos Transportes;

Retorno imediato dos empregos e dos direitos dos trabalhadores;

Pela revogação imediata da Reforma Trabalhista e Previdenciária;

Pela criação de Comitês de Lutas espalhados em todos os modais de nossa Confederação, para defender a democracia e os direitos;

Em Defesa da Aposentadoria Especial para todos os trabalhadores em transportes;

Pelo fim da Dupla Função e pela manutenção do posto de trabalho do cobrador e despachantes;

Construir as condições para a aprovação do projeto de lei de Vicentinho que proíbe a Dupla Função;

Em defesa da proposta de Estatuto do Motorista, apoio ao projeto do Senador Paulo Paim;

Pela Constitucionalidade do Piso Mínimo de Frete;

Fim das altas arbitrárias pelo INSS e do descaso com o trabalhador, construir um dia nacional de luta contra as altas arbitrárias do INSS;

Paridade de gênero na contratação de trabalhadores e trabalhadoras;

Criar projeto de lei criminalizando a violência contra os trabalhadores de transportes no exercício de suas funções;

Manutenção do intervalo de 11 horas entre jornadas da lei 13103/2015;

Redução da Jornada de 6 horas corridas sem redução de salário;

Fim do banco de horas;

Unificação da Data Base no mês de maio;

Orientar os sindicatos filiados à CNTTL a não aceitarem a redução de direitos nas negociações coletivas;

Continuar com a política de construção e fortalecimento das federações;

Lutar contra as terceirizações  e as concessões dos portos, aeroportos, rodovias e ferrovias;

Realizar o 2º Encontro Nacional da Mulher Trabalhadora do Ramo de Transportes.

Não à estadualização e privatização da CBTU;

Estruturação dos Pontos de Parada para atender a lei 13.103/2015;

Capacitação, qualificação e formação dos autônomos;

Contrato coletivo de trabalho articulado nacionalmente;

Unificação das lutas dos trabalhadores em transportes;

Pela Lei Orgânica da Segurança Viária (§10 do art. 144 da CF/88);

Incentivo à criação da Secretaria Nacional das cooperativas dos Transportadores Autônomos de Cargas, como política pública de Estado.



Secretário Nacional de Comunicação da CNTTL: José Carlos da Fonseca - Gibran

Redação CNTTL
Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa MTB 28121
WhatsApp: 55 + (11) 9+6948-7450
Assessoria de Tecnologia da Informação e Website: Egberto Lima
E-mail: viviane@midiaconsulte.com
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl

Mídia

Filiados

Cobertura Especial

Canal CNTTL

+ Vídeos

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: