CUT lança mutirão de brigadas digitais para fortalecer luta por direitos nas redes

Projeto Brigadas Digitais será instrumento para “influenciar decisões do governo e patrões na luta para recuperar nossos direitos e nosso país. A gente tem capacidade, somos CUT”, afirma o presidente da CUT, Sérgio Nobre

Por: Érica Aragão - Redação CUT
Publicação: 30/08/2021
Imagem de CUT lança mutirão de brigadas digitais para fortalecer luta por direitos nas redes

card Comunicação

Para fortalecer a Rede Nacional de Comunicação da CUT e combater as fake news, é fundamental estar preparado para a batalha nas redes sociais em defesa da classe trabalhadora e de um país mais justo e para todos. Foi com esse objetivo que a CUT lançou no sábado (28), dia do seu aniversário de 38 anos, o Projeto “Mutirão da Comunicação – Brigadas Digitais da CUT”.

A atual conjuntura política no Brasil, marcada sobretudo pela ofensiva da extrema direita, que  utiliza intensamente as redes sociais para defender a retirada de direitos da classe trabalhadora, interferir no processo eleitoral e disseminar notícias falsas, é um grande desafio para as forças populares e, neste contexto, a CUT sentiu necessidade de repensar a comunicação, os meios de produção e disseminação de informações voltadas para a classe trabalhadora.

O projeto Brigadas Digitais da CUT nasce como um instrumento estratégico para a classe trabalhadora ocupar as redes sociais e fortalecer a pressão em defesa das pautas e lutas do movimento sindical [abaixo vídeo explicativo sobre o projeto.

Para isso, vai preparar de maneira teórica e prática mais de 60 mil comunicadoras e comunicadores sindicais para que pensem, produzam e disseminem conteúdos, referenciados no projeto político defendido pela Central, em seus territórios de atuação, como o local de trabalho, a escola, a igreja, a comunidade, o sindicato, os territórios quilombolas e indígenas, entre outros.

 Integrantes do Coletivo de Comunicação das CUTs nos estados e ramos, dirigentes sindicais, lideranças, trabalhadoras e trabalhadores em comunicação das entidades sindicais, educadoras e educadores militantes de sindicatos, trabalhadoras e trabalhadores nos seus locais de trabalho e  todo  movimento sindical CUTista estão sendo convidados para serem uma ou um comunicador popular, atuar em rede e de forma organizada em uma Brigada Digital para contribuir com a construção de uma nova política de comunicação que dialogue com a classe trabalhadora, com as pautas e saberes e sonhos da classe trabalhadora. 

Para o presidente da CUT, Sérgio Nobre, que inclusive está sendo o embaixador e divulgando o projeto por todo país, o Projeto Brigadas Digitais da CUT é prioridade e fundamental para que a Cental dialogue com milhões de pessoas no país, amplie a voz da classe trabalhadora nas redes sociais e impacte decisões no Congresso Nacional e dos patrões.

“Tem muita gente duvidando da nossa capacidade de conseguir articular e organizar nossa militância CUTista em uma rede de comunicação forte para influenciar decisões de governos e patrões na luta para recuperar nossos direitos e nosso país”, argumenta Sérgio.

“Este projeto será prioritário e fundamental para a vitória.  Nós vamos fazer, temos capacidade para isso porque somos CUT”, disse o presidente nacional da CUT em vídeo gravado para apresentar o projeto para toda a rede CUT.

Durante o mês de agosto, a CUT apresentou e aprovou o projeto com todos os representantes da Central nos estados e nos ramos, no dia 1º de setembro começam as inscrições e no dia 21 de setembro, a CUT está programando um Encontro de abertura do Mutirão da Comunicação – Brigadas Digitais da CUT. O percurso formativo será feito em 4 fases e tem como proposta formar quase 6 mil Brigadas Digitais até dezembro de 2022.

Como nasceu o Mutirão da Comunicação
Na live de 38 anos da CUT, que foi transmitida pela TVT, redes sociais da CUT e retransmitida por outros canais do movimento sindical, o secretário de Comunicação, Roni Barbosa, e a secretária de Formação da CUT Brasil, Rosane Bertotti, apresentaram o projeto e contaram como nasceu este Mutirão da Comunicação como processo de formação e organização das Brigadas Digitais.

De acordo com Roni, o projeto é resultado de um longo processo de construção coletiva, com muita gente pensando em como a CUT poderia reagir diante de tantos desafios que a classe trabalhadora está enfrentando no Brasil e conseguir mudar o rumo do país.

Segundo o secretário, só com uma rede de comunicação forte e grande será possível enfrentar e ser protagonista da mudança neste período difícil que o país vive, com o desemprego em massa, perda de direitos, a disparada dos preços, o retorno da fome, a destruição do meio ambiente, a falta de cuidado com a vida e o pior: a desesperança do povo.

“Tudo começou com as análises e reflexões que fizemos sobre os ataques da extrema direita, como eles usaram intensamente as redes sociais para espalhar as mentiras, chamadas de fake news, e conseguiram eleger um presidente da República que tenta implantar um projeto neofascista e ultraliberal de destruição do nosso país”, afirma o secretário, que finaliza fazendo o convite para a rede CUT participar do mutirão: “Você dirigente, militante ou uma liderança na sua categoria, que tenha respeito na sua comunidade, é hora também de influenciar o mundo digital”.

Bertotti disse que o projeto das Brigadas Digitais será uma grande jornada de formação em comunicação, falou da importância da unidade do campo popular democrático na luta e ressaltou a importância da mobilização e organização.

“É formação e é ação para derrotarmos os inimigos da classe trabalhadora, mas sabemos que para uma iniciativa desta dar certo, precisaremos do compromisso de todo movimento sindical CUTista. Precisaremos do empenho de cada um, da criatividade e da disciplina de cada um de vocês”, finalizou a dirigente.

Conheça o projeto das Brigadas Digitais 

 

 



*Edição: Marize Muniz


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: