Sorocaba: Rodoviários na Jodi conquistam 10,5% de reajuste salarial

A conquista aconteceu após paralisação realizada no dia 7 de julho


Publicação: 14/07/2014
Imagem de Sorocaba: Rodoviários na Jodi conquistam 10,5% de reajuste salarial

Foto: Sindicato

Os trabalhadores da empresa de transporte suburbano Jodi, que opera na região de Itapeva, cruzaram os braços na madrugada da segunda-feira (7) e só retornaram ao trabalho por volta do meio dia, após a empresa aceitar as reivindicações da categoria referentes à campanha salarial e assumir compromisso de acabar com diversas irregularidades.

A paralisação foi necessária porque a empresa se rejeitava a receber o Sindicato para discutir a campanha salarial. "A data-base da nossa categoria é 1º de maio e até agora a empresa estava se rejeitando a negociar. Nós tentamos de todas as formas abrir negociação, mas a postura intransigente da empresa levou à paralisação. Com os trabalhadores parados, garantimos o fechamento do acordo coletivo com bons ganhos para a categoria", explicou o diretor Ênio Ferreira.

Greve vitoriosa

Os trabalhadores da Jodi conquistaram aumento salarial de 10,5%, que serão aplicados aos salários em duas vezes: 8,5% retroativo a 1º de maio, o que eleva o piso salarial do motorista para R$ 1.698,25; e mais 2% em 1º de novembro, subindo o piso do motorista para R$ 1.731,98.

Todas as demais funções também terão os salários reajustados da mesma forma. A diferença do reajuste salarial de maio e junho será paga no 5º dia útil de agosto, junto com o salário referente a julho.

O Sindicato também conquistou na mesa de negociação o reajuste e a ampliação no número de folhas de tíquete-refeição. A partir de 1º de julho todos os funcionários da empresa receberão tíquete-refeição no valor de R$ 17,00; e a partir de 1º de novembro, todos passarão a receber tíquetes referentes a 30 dias, cinco dias a mais do que é recebido hoje.

Outra conquista foi o aumento da participação dos lucros e resultados para R$ 1.000,00, sendo pagos em duas parcelas iguais de R$ 500,00, uma em setembro deste ano e a outra em março de 2015.

Fim das irregularidades

A empresa Jodi cultivava uma prática de desrespeito e assédio aos trabalhadores, que culminou com a demissão injusta de um cobrador. Esse assunto também foi tratado na mesa de negociação com o Sindicato, na qual a empresa comprometeu-se a mudar essa postura, orientando os trabalhadores em cargos de chefia a tratar a todos com respeito e acabar com as perseguições.

O Sindicato garantiu a readmissão do cobrador, sem prejuízo no pagamento dos dias parados.

Com o acordo assinado, os trabalhadores precisam ficar atentos e denunciar caso a empresa não cumpra corretamente o que foi acordado. As denúncias podem ser feitas na subsede em Itapeva, que fica na rua Cel. Crescêncio, 189, no Centro, através do telefone (15) 3522-0388 e/ou (15) 3331-7900, ou pelo site do Sindicato. 

Com informações do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: