Maceió: Rodoviários na Veleiro fazem protesto contra atraso nos salários 

Segundo o diretor, Alexandre Sobrinho, a empresa agiu de forma truculenta com o Sindicato e durante o protesto chamou a polícia para reprimir os trabalhadores.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 17/04/2020
Imagem de Maceió: Rodoviários na Veleiro fazem protesto contra atraso nos salários 

sede da empresa - foto Google

Motoristas e cobradores da empresa Auto Viação Veleiro, em Maceió, fizeram protesto na quinta-feira (16) contra o atraso no pagamento dos salários de março e abril.

Um grupo de trabalhadores protestou em frente à sede da empresa localizada à Avenida Cerqueira Campos. O movimento foi organizado pelo Sindicato dos Rodoviários de Maceió-AL (Sinttro-AL), filiado à FENSTTT (Federação Nordeste dos Trabalhadores em Transportes e Trânsito) e à CNTTL. 

Segundo o diretor, Alexandre Sobrinho, a Veleiro agiu de forma truculenta com o Sindicato e durante o protesto chamou a polícia para reprimir os trabalhadores. “Fomos à empresa para dialogar, mas infelizmente eles usaram da violência contra nós. Isso porque nós não aceitamos que a empresa pague o salário atrasado de abril no dia 30 de maio e parcele o tíquete refeição em 10 vezes. Isso é um absurdo cerca de 700 trabalhadores, que são pais e mães de família, estão com os salários atrasados”, explica o dirigente.

O sindicalista conta que a situação da categoria se agrava ainda mais por causa do risco de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). “Outro problema é que a empresa não está fornecendo os equipamentos de proteção ao COVID-19”, destaca Sobrinho.

As irregularidades trabalhistas com a Veleiro não são de hoje. Desde 2014, a empresa não tem depositado o FGTS para os trabalhadores.

Ação Civil Pública

O Departamento Jurídico do Sindicato dos Rodoviários acionou o Ministério Público do Trabalho e impetrou uma Ação Civil Pública contra a Veleiro, exigindo que seja feita a regularização das pendências trabalhistas, bem como o pagamento dos salários e benefícios, que foram acordados entre o Sindicato e a empresa por meio de um acordo emergencial. O Sindicato também cobrou da Prefeitura de Maceió para que sejam tomadas providências já que a empresa é responsável pelo transporte urbano da cidade.

Isolamento Social

Alagoas tem a menor taxa de isolamento social da quarentena de coronavírus no Nordeste. Somente 49,3% da população está contribuindo para evitar a propagação da Covid-19 no Estado. 
“Isso é muito perigoso e fará com que o número de infectados cresça. E fundamental que todos fiquem em casa!”, alertou o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, nas redes sociais.

O segundo estado nordestino com a menor taxa é a Bahia, com 49,6%. Pernambuco tem o melhor percentual da região: 55,9%.

Os dados são empresa In Loco, que criou uma ferramenta de monitoração do movimento de pessoas durante a quarentena no Brasil para auxiliar no combate à pandemia. 

Assista ao vídeo do protesto dos rodoviários e a repressão policial


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: