Sorocaba: Empresas de transportes não fornecem EPI’s e Sindicato dá prazo de 24 horas para problema ser resolvido

Caso não sejam fornecidos, os trabalhadores irão paralisar as atividades e não terá saída de veículos para atendimento à população.

Por: Fabiana Caramez, Rodoviários de Sorocaba
Publicação: 31/03/2020
Imagem de Sorocaba: Empresas de transportes não fornecem EPI’s e Sindicato dá prazo de 24 horas para problema ser resolvido

foto: covid-19

As empresas de transportes urbano, rodoviário e fretamento de Sorocaba e região não forneceram, até o momento, todos os equipamentos de proteção individual (EPI’s) para proteger os trabalhadores em transportes da contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19).

Luvas e máscaras nunca foram fornecidas e, em algumas, até o álcool gel faltou, como ocorreu ontem no transporte urbano de Sorocaba.

Diante dessa grave situação e em não tendo sucesso na negociação direta com as empresas, o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região está protocolando notificação nas empresas na manhã desta terça-feira, 31, para que elas forneçam os EPI’s em um prazo de 24 horas para salvaguardar a integridade física e a saúde dos trabalhadores nesta pandemia.

Caso os EPI’s não sejam fornecidos no prazo estipulado, os trabalhadores irão paralisar as atividades e não terá saída de veículos para atendimento à população.

Em relação ao transporte urbano, o Sindicato dos Rodoviários também está protocolando comunicado sobre essa decisão no poder público das respectivas cidades.


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: