Brasília: Rodoviários propõem dispensa de cobradores e gratuidade no transporte para combater Coronavírus

Para o Sindicato, as medidas das empresas que reduziram a frota em 20% e afastaram todos os trabalhadores com mais de 60 anos e as gestantes, mantendo seus salários e direitos, são importantes, mas insuficientes para combater a epidemia.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 24/03/2020
Imagem de Brasília: Rodoviários propõem dispensa de cobradores e gratuidade no transporte para combater Coronavírus

José Carlos da Fonseca, mais conhecido como Gibran, diretor do Sindicato dos Rodoviários de Brasília e de Comunicação da CNTTL

O Sindicato dos Rodoviários do Distrito Federal (Sittrater ) encaminhou nesta terça-feira (24) carta às autoridades do Estado propondo medidas emergenciais para conter a proliferação do coronavírus no transporte público.

"O transporte público coletivo é essencial à população neste momento de crise.Embora o desejo seja o isolamento social, é sabido que este isolamento não pode ser total. Profissionais essenciais ao combate do vírus e os que permitem o atendimento das necessidades inadiáveis das pessoas, precisam continuar trabalhando. É o caso, por exemplo, do pessoal de serviço de limpeza, abastecimento de alimentos, medicação, combustíveis, pessoal da rede de saúde, entre muitos outros", cita trecho do documento da entidade.

Para o Sindicato, as medidas das empresas que reduziram a frota em 20% a partir desta terça-feira e também afastaram todos os trabalhadores com mais de 60 anos e as gestantes, mantendo seus salários e direitos, são importantes, mas insuficientes para combater a epidemia.

"Entendemos que os trabalhadores rodoviários devam, em número reduzido, continuar prestando serviço à sociedade, mas os cobradores que recebem e entregam dinheiro ao passageiro estão expostos à contaminação e são também potenciais propagadores do vírus", alertou ao Portal da CNTTL, o dirigente do Sindicato, Gibran, e diretor de Comunicação da CNTTL.

O Sindicato propõe que as empresas instituam o transporte gratuito dispensando a presença do cobrador. Na base do Sindicato são 14 mil trabalhadores, sendo desse total cinco mil cobradores.  "Essa é uma forma de proteger os profissionais do setor, manter assistência à população e ajudar no combate a epidemia", frisa Gibran.

O transporte público coletivo é essencial à população neste momento de crise. Pessoas precisam circular minimamente. Embora o desejo seja o isolamento social, é sabido que este isolamento não pode ser total. Profissionais essenciais ao combate do vírus e os que permitem o atendimento das necessidades inadiáveis das pessoas, precisam continuar trabalhando. É o caso, por exemplo, do pessoal de serviço de limpeza, abastecimento de alimentos, medicação, combustíveis, pessoal da rede de saúde, entre muitos outros.

Confira mais propostas apresentadas pelos Rodoviários de Brasília:

1.    Reduzir significativamente a frota circulante
2.    Instituir o transporte gratuito dispensando a presença do cobrador
3.    Permitir o embarque pela porta traseira para manter distância entre motoristas e passageiros 
4.    Limitar o número de passageiros por veículos 
5.    Instituir limpeza permanente dos veículos em cada viagem 
6.    Fornecer ao condutor equipamentos de proteção individual
7.    Instituir o pagamento das empresas com base no histórico de arrecadação para o mês para permitir o pagamento dos profissionais.
8.    Criar restrição de uso do transporte coletivo
9.    Instituir grupo de fiscalização com policiais para inibir o uso indevido do transporte
10.    Proceder a vacinação dos profissionais que continuarão trabalhando para evitar que gripes gerem pânicos.


 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: