ABC: Consórcio das sete cidades anuncia redução da frota a partir do dia 29

O Secretário Geral do Sintetra (Sindicato dos Rodoviários do ABC), Ademir José da Silva, disse ao Portal da CNTTL, que vê com preocupação essa decisão do Consórcio. "Tinha que parar tudo. Os motoristas, assim como a população, tinham que entrar em quarentena.O motorista também é ser humano", reclama o sindicalista.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 24/03/2020
Imagem de ABC: Consórcio das sete cidades anuncia redução da frota a partir do dia 29

ônibus do grande ABC

Os prefeitos do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC voltaram atrás e decidiram manter a circulação de ônibus nas sete cidades. A decisão foi aprovada, por vídeo-conferência,  em assembleia extraordinária realizada nesta terça (24/3). A medida iniciará a partir do dia 29, antes desse prazo as setes cidades ficarão sem transporte público, como definido na decisão anterior.

A partir da 0h de 29 de março (domingo), o transporte coletivo municipal das sete cidades será realizado com frota de 50% nos horários de pico e de 30% nos demais horários. Já nos dias 24 a 28 permanece sem ônibus, conforme decisão anterior do Consórcio. Aos fins de semana e feriados a frota será de 30% nos horários de pico e de 15% nos demais horários. 

“O que norteia nossas decisões é conter o avanço da pandemia. Este realinhamento possibilita que o transporte coletivo atenda os serviços essenciais, profissionais da saúde, segurança pública que se deslocam entre o Grande ABC e as demais cidades da Região Metropolitana de São Paulo, assim como as empresas que prestam serviços para os hospitais”, afirmou Gabriel Maranhão. 

O presidente do Consórcio ABC explicou também que a decisão da entidade regional junto às prefeituras e ao Governo do Estado é passível de revisão a qualquer momento, como todas as medidas no combate à pandemia do Covid-19.

Preocupação 

O Secretário Geral do Sintetra (Sindicato dos Rodoviários do ABC), Ademir José da Silva, disse ao Portal da CNTTL, que vê com preocupação essa decisão do Consórcio. "Tinha que parar tudo. Os motoristas, assim como a população, tinham que entrar em quarentena.O motorista também é ser humano", reclama o sindicalista.

Perguntado se as empresas de transportes estão cumprindo a sua parte, Ademir disse que até o momento sim. "Notamos que estão sendo feitas as higienizações nas garagens e nas paradas.Também foram disponibilizados aos motoristas álcool gel e recomendada a limpeza das mãos", explica.

Nesta semana, entre amanhã ou quinta, está prevista uma reunião entre o Sindicato com as empresas de transportes para analisar os casos necessários de afastamento de trabalhadores. "Queremos que seja respeitado os diretos dos trabalhadores", destaca.
 

Em razão da quarentena, o Sindicato não está aberto ao público, deverá retornar no dia 13/4. Até lá, os atendimentos estão sendo realizados por e-mail e telefone. 


Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email:

Filiados