ABC Paulista: Transporte público municipal será suspenso a partir do dia 29

A Direção do Sindicato dos Rodoviários parabenizou a iniciativa. "A medida faz parte de um grande esforço regional para conter o avanço do Covid-19, que configura uma das maiores crises sanitárias do mundo".

Por: Viviane Barbosa, Redação CNTTL com DGABC
Publicação: 18/03/2020
Imagem de ABC Paulista: Transporte público municipal será suspenso a partir do dia 29

documento

Em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (18) no Consórcio Intermunicipal, os prefeitos das sete cidades do Grande ABC anunciaram a suspensão total dos transportes públicos municipais a partir do dia 29 de março.

A interrupção dos serviços será realizada de forma gradativa a partir de amanhã até o dia 28 e será por tempo indeterminado. Cada prefeitura vai montar o cronograma para definir quando e como as linhas deixarão de circular. As administrações também vão estudar formas de manter atuando os profissionais das áreas de saúde e segurança pública, bem como o transporte de pacientes enfermos.

A medida faz parte de esforço regional para conter o avanço do novo coronavírus. "A decisão do Consórcio Intermunicipal tem o objetivo de minimizar danos à população e preservar vidas no Grande ABC", diz trecho de nota oficial publicada pela entidade. Também foi decidido que todas as cidades publicarão decretos de emergência.

"A gente espera do governo federal uma ação. A gente vê o presidente e os ministros brincando com esse assunto, as prefeituras vão sofrer e vamos ter problemas financeiros gravíssimos", afirmou o presidente do colegiado e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania). O presidente citou exemplos de cidades italianas, como Bérgamo, que não tomaram medidas drásticas rapidamente e viram os casos se multiplicarem e o serviço de saúde ficar saturado. "No Grande ABC temos 1.300 leitos e 432 mil idosos, se essas pessoas adoecerem e precisarem de internação, não teremos com atender todo mundo", completou.

O Consórcio informou vai comunicar a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e o Governo do Estado sobre a decisão. Por telefone, a assessoria de imprensa do governo estadual informou que até o momento não há previsão de redução nem da frota de ônibus intermunicipais nem dos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). "É uma atitude drástica, mas que tem que ser tomada. O coronavírus não é brincadeira", finalizou Maranhão.


 

Atendimento nos Rodoviários do ABC

A Direção do Sindicato dos Rodoviários do ABC parabenizou a iniciativa. " A medida faz parte de um grande esforço regional para conter o avanço do Covid-19, que configura uma das maiores crises sanitárias do mundo. O momento pede união, solidariedade e empatia. Vamos vencer mais este desafio", enfatiza.
 

O Sindicato  tomou  algumas medidas referentes ao atendimento na sede e funcionários: redução dos horários de atendimentos na sede e subsedes  (9h às 17h.) e afastamento por dez dias de funcionários e diretores acima de 60 anos.


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: