Aeronautas pedem que governo libere FGTS a tripulante que aderir a licença não-remunerada

Segundo o SNA, a proposta visa proteger os profissionais e dar sustentabilidade para empresas aéreas neste momento de incertezas e vulnerabilidade.

Por: Redação CNTTL com SNA
Publicação: 17/03/2020
Imagem de Aeronautas pedem que governo libere FGTS a tripulante que aderir a licença não-remunerada

foto: Revista Aeroporto

Após ter enviado na segunda (16) um ofício ao Ministério da Economia em que sugere medidas para minimizar o impacto econômico da pandemia de covid-19 na aviação brasileira, o SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas) enviou um novo ofício nesta terça (17), desta vez para solicitar que o Ministério dê aos tripulantes que aderirem a programas voluntários de licença não-remunerada direito a saque integral do FGTS.

Segundo o SNA, a proposta visa proteger os profissionais e dar sustentabilidade para empresas aéreas neste momento de incertezas e vulnerabilidade.

O sindicato defende que as companhias ofereçam a concessão de licenças não-remuneradas voluntárias de no mínimo um mês, com a manutenção de todos os benefícios, de forma tentar minimizar neste momento os efeitos da diminuição dramática do número de voos.

Assim como referendou os pedidos das empresas com o ofício envido na segunda (16), o SNA espera apoio da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) no pleito a respeito da liberação do FGTS aos aeronautas que aderirem à licença.

O Sindicato reitera na nota, com apoio mútuo, poder preservar os empregos e a solidez da aviação nacional.


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: