Natal: Sindicato dos Ferroviários propõe medidas de proteção para CBTU

Segundo o  presidente do Sindicato, Jorge Luiz, são 252 funcionários que trabalham na companhia e que estão expostos à contaminação do novo coronavírus.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 17/03/2020
Imagem de Natal: Sindicato dos Ferroviários propõe medidas de proteção para CBTU

CBTU de Natal

O Sindicato dos Ferroviários no estado do Rio Grande do Norte  (Sintefern/CUT) encaminhou nesta terça-feira (17) ofício ao Superintendente de Trens Urbanos, Leonardo Gurgel de Faria Diniz, cobrando a adoção de medidas para prevenir e combater a transmissão do Covid-19 nas dependências e instalações da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) e nas estações que têm contato direto com os usuários.

Segundo o  presidente do Sindicato, Jorge Luiz, são 252 funcionários que trabalham na companhia e que estão expostos à contaminação do novo coronavírus. "Protocolamos esse ofício hoje e aguardamos com urgência que as nossas medidas sejam adotadas", disse ao Portal da CNTTL.

Jorge disse que a CBTU irá fornecer ???as máscaras nas estações e álcool gel. "Irão distribuir provavelmente na próxima semana após compra de emergência", conta.


CBTU

A CBTU responderá no prazo de 20 dias sobre as medidas propostas pelo Sindicato. "No RN não temos nenhum caso confirmado,  aqui só tinha uma moça que veio da Itália doente, e que já recebeu alta. Se a situação piorar, irei pressionar para que atendam mais rapidamente"

Em circular divulgada na segunda-feira (16), a empresa recomendou às chefias que façam a dispensa de empregados com idade acima de 65 anos, daqueles pertencentes ao grupo vulnerável (exemplos: portadores de diabetes, pneumonia, tuberculose, câncer, pacientes renais crônicos e transplantados), empregados gestantes e menores aprendizes ou estagiários, pelo prazo de 15 dias, podendo ser prorrogado, dando às respectivas áreas de Recursos Humanos.

Ainda segundo a CBTU, fica a critério de cada Superintendência definir estratégias e executar ações de prevenção de acordo com a realidades legislativas dos respectivos Estados e munícipios, encaminhamento á diretoria técnica a necessidade de complementação orçamentária se necessário.

No documento, o Sintefern pede:

Fornecimento de equipamentos de proteção individual nos postos de trabalho, como máscaras, luvas é álcool gel;

Fiscalizar e pedir intensificando das ações das empresas terceirizadas responsáveis pelas limpezas e higienizações nos locais de trabalho;

Higienização interna completa dos vagões e cabine de trem a cada viagem;

Juntamente com o setor de Segurança de Trabalho e CIPA, desenvolver protocolo de proteção para os trabalhadores;

Ampliação da divulgação e antecipação da campanha de vacinação contra gripe;

Suspensão da venda de bilhetes e abertura dos portões, evitando assim o contágio entre trabalhadores e usuários nos guichês de venda e através do dinheiro;

Abono de faltas para pais e mães com filhos dependentes, caso haja suspensão das aulas;

Licença-remunerada para os metroferroviários que são parte do grupo de risco, com idosos e gestantes;

Implantação do "home-office" para todos os metroferroviários de áreas não essenciais;

circulação de trens acoplados durante toda operação, evitando, ao máximo, a superlotação de trens.

 



Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: