Aeroviários de Porto Alegre, Guarulhos e Pernambuco exigem que LATAM cumpra Convenção Coletiva de Trabalho

Caso aceitassem os trabalhadores não teriam reajuste nos pisos e salários  na data-base, 1º dezembro.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 17/01/2020
Imagem de Aeroviários de Porto Alegre, Guarulhos e Pernambuco exigem que LATAM cumpra Convenção Coletiva de Trabalho

divulgação

A maioria dos aeroviários na empresa aérea LATAM, que trabalham em atividades operacionais  em solo, nos aeroportos de Guarulhos (SP), Recife (PE) e Porto Alegre (RS) reprovou em assembleias convocadas pelos sindicatos uma proposta de Acordo Coletivo de Trabalho apresentada pela empresa. 

Nesta última Campanha Salarial dos profissionais da aviação civil, data-base 1º dezembro 2019, a LATAM  negociou em separado com os sindicatos. 

Segundo os sindicatos, que pertencem à base da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (FENTAC), essa proposta da LATAM substituiria a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) negociada junto ao SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias) e caso aceitassem os trabalhadores não teriam reajuste nos pisos e salários  na data-base, o que acarretaria também uma menor remuneração em horas extras, FGTS e periculosidade, por exemplos.


LATAM deve respeitar a Convenção

Os sindicatos dos aeroviários de Guarulhos, Porto Alegre e Recife informaram o resultado das assembleias para a LATAM e cobrarão o cumprimento integral da Convenção Coletiva, que as demais empresas aéreas aprovaram. 

A Convenção assinada com o SNEA garante o reajuste nos salários e demais cláusulas econômicas de acordo com o INPC (Índice Nacional do Consumidor) do período, calculado em R$ 3,37% e a manutenção integral de todos os direitos.

Uma importante conquista nas cláusulas sociais é a transferência da licença maternidade para o pai, em caso de falecimento da mãe. Outra mudança diz respeito às férias, que podem, a partir de agora, ser parceladas em até três períodos distintos.

A assinatura da CCT com o SNEA é válida para todos os aeroviários e aeroviárias que atuam nas empresas aéreas comerciais.
 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email:

Filiados