SP: Empresas aéreas oferecem reajuste salarial sem ganho real para aeroviários e aeronautas

Próxima rodada será realizada na quinta-feira (21)

Por: Vanessa Barboza, Redação CNTTL com informações da Agência Amora
Publicação: 19/11/2019
Imagem de SP: Empresas aéreas oferecem reajuste salarial sem ganho real para aeroviários e aeronautas

Foto: SNA

Na quarta rodada de negociação realizada na última terça-feira (12), em São Paulo, entre os sindicatos dos aeroviários e aeronautas da base da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (FENTAC) e o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), as companhias aéreas mantiveram a proposta de reajuste de acordo com INPC (Índice Nacional de Preço do Consumidor) nas cláusulas econômicas da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho).

Segundo informações do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), após muito debate com as empresas, os sindicatos optaram por adequar as pautas de reivindicação para que as negociações possam dar andamento.

Nova pauta de reivindicação dos aeroviários

Reajuste salarial de acordo com INPC mais 1,5% de ganho real;

 5% de reajuste nas demais cláusulas econômicas;

Garantia de folga agrupada mensal 

Garantia de vale-alimentação após 180 dias em caso de afastamento pelo INSS, inclusive férias;

Adequação de prazo para entrega do PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) 

Empresas devem comunicar os Sindicatos em caso de abertura de CAT (Comunicado de Acidente de Trabalho) no máximo 48h do ocorrido;

Garantia de homologação nos Sindicatos;

Garantia de estabilidade próximo à aposentadoria;

Transporte disponibilizado pela empresa quando não houver transporte público; disponível durante a madrugada;

Concessão de passagem – Sem limite de idade para filhos.

Aeronautas

Entre os itens econômicos, os tripulantes deliberaram por pedir reajuste baseado no INPC acrescido de 1,5% a título de ganho real nas cláusulas econômicas, incluindo salários, pisos, diárias de alimentação (exceto as internacionais, em que foi requerido um reajuste maior), seguro de vida e vale alimentação sem teto.

Nas cláusulas sociais, foram aprovados pedidos de melhoria em cláusulas que tratam das madrugadas e limites de operação, do tempo em solo entre etapas de voo, período oposto e base contratual, entre outras.

Passe Livre: direito de uso durante as férias e que o SNA faça o gerenciamento do sistema.

Reunião com Latam

Já a Latam mantém proposta de reajuste salarial de 0%, durante reunião realizada no turno da tarde com dirigentes sindicais. A empresa tenta negociar a atualização da CCT em encontros separados do SNEA.

Estudo da pauta e nova rodada na quinta-feira (21)

Segundo o SNA, as empresas se comprometeram em estudar a nova pauta apresentada pelos sindicatos, no que diz respeito às cláusulas sociais. Já em relação as cláusulas econômicas, SNEA mantém a postura de oferecer apenas INPC em todos os índices. Companhias aéreas vão apresentar nova contraproposta durante a reunião agendada para 21 de novembro.

Participam da negociação os Sindicatos dos Aeroviários de Guarulhos, Porto Alegre, Nacional e o Sindicato Nacional dos Aeronautas.  A data-base das categorias é 1º de dezembro.
 

 

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: