CNTTL debate em reunião com ITF ações para combater a dupla função do motorista e garantir o posto de cobrador

O presidente da CNTTL, Paulinho, falou que o excesso de jornada e o estresse do dia a dia da profissão têm afetado a saúde dos motoristas e com a dupla função isso tem piorado. 

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 12/11/2019
Imagem de CNTTL debate em reunião com ITF  ações para combater a dupla função do motorista e garantir o posto de cobrador

Presidente Paulinho na reunião ITF em São Paulo

O presidente da CNTTL, Paulo João Estausia, Paulinho, participou de reunião da ITF (Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes) nesta terça-feira (12), na sede Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários, na região central de São Paulo.

Também participaram dirigentes de outros sindicatos de transportes filiados à Federação Internacional.  No encontro, os dirigentes debateram temas relacionados às lutas dos trabalhadores do  transporte público coletivo municipal, intermunicipal,  rodoviário e de cargas.

O presidente da CNTTL, Paulinho, falou que o excesso de jornada e o estresse do dia a dia da profissão têm afetado a saúde dos motoristas e com a dupla função isso tem piorado. 

Ele falou sobre a importância de combater a dupla função do motorista (a exigência de cobrar e dirigir ao mesmo tempo, que é ilegal) e a defesa do posto de cobrador ou a obrigatoriedade de ter um segundo trabalhador ou trabalhadora no interior dos ônibus nos setores urbanos e suburbanos.

“Temos que fazer um movimento de resistência em defesa do posto de cobrador, que corre risco iminente de der extinto por causa da tecnologia. Na nossa base, temos exemplos de luta, como a dos companheiros rodoviários de Alagoas que colocaram na Convenção Coletiva uma cláusula que proíbe a dupla função do motorista, que não pode cobrar e dirigir ao mesmo tempo”, disse.

Paulinho também relembrou a luta histórica do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba, iniciada em 1992, que garantiu a contratação dos agentes de bordo.  Os municípios de Sorocaba e Votorantim são os primeiros no país a implantar a função de agente de bordo no sistema de transporte coletivo urbano, após intensa luta dos Rodoviários de Sorocaba que identificaram a necessidade da nova função com o surgimento dos problemas originados com a instalação das catracas eletrônicas e, consequente, demissão dos cobradores.  A necessidade da contratação dos agentes de bordo surgiu após os problemas crescente de evasão de renda, com a ação cada vez mais intensa de passageiros que pulavam as catracas. 

Mais debates

Outros temas abordados na reunião da ITF em São Paulo destacaram a necessidade da criação de campanhas de conscientização e prevenção para os motoristas no que tange à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e de prostituição infantil.

O aumento das filiações de entidades sindicais dos setores de transportes à  ITF, visando  o seu fortalecimento no Brasil, bem como a formação de dirigentes sindicais e dos trabalhadores da categoria, por meio de cursos; seminários e oficinas também foram pontos debatidos.

Os dirigentes dos sindicatos de transportes também falaram sobre ações para cobrar dos governos, órgãos de fiscalização e dos empregadores o cumprimento dos direitos previstos na legislação dos motoristas condutores de veículos automotores, especialmente nas Leis 12.009/2009; 12.619/2012 e 13.103/2015.


 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: