São Paulo: CET desrespeita Acordo Coletivo de Trabalho e agentes de trânsito anunciam greve no dia (16)

O motivo é o descumprimento da Junta Orçamentário-Financeira (JOF) da CET, que simplesmente não validou o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 04/10/2019
Imagem de São Paulo: CET desrespeita Acordo Coletivo de Trabalho e agentes de trânsito anunciam greve no dia (16)

Assembleia dos Trabalhadores da CET - foto: Sindicato

Cerca de 4.300 agentes de trânsito da a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) São Paulo prometem paralisar suas atividades na capital de São Paulo no próximo dia (16).
Essa decisão foi aprovada em assembleia da categoria, realizada na Câmara Municipal de São Paulo no dia (3). O movimento é organizado pelo Sindviários (sindicato dos trabalhadores).

Os agentes de trânsito irão parar por causa do descumprimento da Junta Orçamentário-Financeira (JOF) da CET, que simplesmente não validou o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019 e os trabalhadores não receberam o reajuste salarial, ficando descobertos de seus direitos garantidos.  

Surpresa 
Segundo o presidente do Sindviários, Reno Alê, foi uma “surpresa” essa recusa da CET em não pagar o reajuste salarial do ACT 2019.
“Após meses de negociações, dezenas de contas e análises feitas para chegarmos ao que aprovamos em Assembleia, cumprindo diretrizes impostas à CET pela JOF, comprovamos que os 4,99% sobre os salários e benefícios, incluindo o PPR, o 13°, o Vale-Alimentação e mais os 0,25% da Folha para promoção, não infringem as diretrizes impostas, mesmo assim nossa proposta foi recusada”, disse em nota o presidente Reno.
O sindicalista ainda explica que a CET apresentou “desculpas esfarrapadas” ao Sindicato, sem o mínimo de embasamento técnico para contrapor as solicitações da categoria. “Essa atitude é de pura má fé de pessoas descomprometidas com os interesses dos bons serviços prestados pela CET à municipalidade em uma atitude de total desrespeito à cada trabalhadora e trabalhador da CET”, reforça Reno.

Agora é greve
Diante desse descaso, os agentes de trânsito realizarão a paralisação na capital paulista no dia (16). O presidente do Sindviários, Reno Alê, destaca que o momento é de unidade de todos os trabalhadores para a realização desse movimento paredista. 

“Só para reflexão onde é que os(as) trabalhadores(as) da CET estão recebendo 50% de Adicional de Férias, onde que se paga VR e VA nas férias e 13° VA, PPR de mais de R$ 5.000,00, Adicional Noturno de 43%, e por aí vai. É na aposentadoria? É no bico? Ou será em serviços externos esporádicos? Não, é aqui na CET! Temos que estar unidos, organizados e não vamos abrir mão de nossos direitos”, finaliza o dirigente.

O Sindviários também aprovou ajuizar ação contra CET por descumprimento de Acordo, caso essa postura intransigente da empresa permaneça. 
 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: