SP: Sem negociação na Campanha Salarial, metroviários decretam estado de greve

Nova assembleia acontecerá na quarta-feira (17)

Por: Redação CNTTL com metroviários de SP
Publicação: 12/04/2019
Imagem de SP: Sem negociação na Campanha Salarial, metroviários decretam estado de greve

assembleia metroviários

Em assembleia realizada na noite de quinta-feira (11), os metroviários de São Paulo decretaram Estado de Greve a partir desta sexta-feira (12). A informação é do Sindicato dos Metroviários de SP.

Segundo a entidade, a categoria também aprovou a partir de 15 de abril:  uso do colete (Estação e Tráfego) e adesivo (Segurança, Administração e Manutenção); não realizar horas extras nem quebra galhos; café com usuário na estação Tatuapé, às 17h e campanha com abaixo-assinado contra a reforma da Previdência. Já no dia 16, café com usuário na estação Jabaquara, às 17h e campanha com abaixo-assinado contra a reforma da Previdência.

Na quarta-feira (17), o Sindicato tem uma rodada de negociação com o Metrô e será realizada uma nova assembleia a partir das 18h, no Sindicato.

Entenda 

Segundo o Sindicato, o Metrô, a mando do governador João Doria (PSDB), enviou um “posicionamento prévio” diretamente aos metroviários atropelando o processo de negociação da Campanha Salarial e inovando em suas práticas antissindicais. Ao mesmo tempo, tenta impor um “calendário de negociações” irreal, com somente duas rodadas de “conversas”.

No informativo, o Metrô propõe reajuste salarial zero, fim de vários direitos e do Plano de Saúde. “Os metroviários têm toda a disposição em negociar com o Metrô. Infelizmente, a empresa atropelou o processo ao enviar diretamente para a casa do funcionário o informativo “Linha de Frente”. A empresa está cometendo prática antissindical, desrespeitando a representação do Sindicato. Além disso, comete assédio moral aos metroviários e seus familiares, buscando intimidá-los”, alerta a direção do Sindicato.

A entidade alerta também que diante da conjuntura somente a luta vai trazer avanços. “O Metrô é a instituição melhor    avaliada pelos paulistanos, segundo pesquisa divulgada “Qualidade de Vida – Viver em SP”, no entanto a empresa finge não entender que o resultado da avaliação positiva é decorrente da ação dos empregados e oferece zero de reajuste. Vamos à luta!”, finaliza a direção.

A data-base da categoria é 1º de maio.

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: