Nota sobre o andamento da greve dos trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba

Paralisação da categoria entrou no oitavo dia

Por: Fabiana Caramez, Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba
Publicação: 06/07/2017
Imagem de Nota sobre o andamento da greve dos trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba

Arte: Sindicato

Confira a seguir no Portal CNTTL a nota do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba 

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região informa que a greve dos trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba, que entrou em seu oitavo dia, segue respeitando a liminar do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

Durante o horário de pico da manhã, estiveram em circulação na cidade 129 ônibus da empresa STU, o que corresponde a 74%, e 124 ônibus da CONSOR, o que representa 70%, além de 100% do transporte especial.

Neste momento, fora do horário de pico, estão em circulação 93 ônibus da STU e 89 ônibus da CONSOR, o que corresponde a mais de 50% da frota. No transporte especial estão em circulação oito ônibus da CONSOR, porque dois carros estão sem viagem agendada, e na STU estão os 10 ônibus da frota do especial em circulação.

O Sindicato dos Rodoviários esclarece que é normal os ônibus permanecerem parados por alguns minutos nos pontos finais para que o motorista possa comer, beber água, fazer suas necessidades biológicas e cumprir o intervalo de descanso previsto na lei do motorista (13.103/2015).

Nestes dias de greve, em algumas linhas, os ônibus estão circulando em comboio de dois ou três carros por questão de segurança, já que a categoria vem recebendo constantes ameaças e a Guarda Civil Municipal (GCM), ao invés de promover a segurança dos passageiros e dos motoristas, está a cumprir ordem de pressionar e ameaçar os trabalhadores em transporte de recebimento de multa e até de demissão. Pressão essa que altera o psicológico do trabalhador, deixando o motorista nervoso, o que compromete o desempenho de seu trabalho e a segurança do transporte.

Como nos dias de greve o número de ônibus em circulação é menor, em algumas linhas como a do Campolim, o Sindicato teve que redistribuir os ônibus para atender linhas que operam em outras localidades que também têm fluxo considerável de passageiros.                        
Resposta sobre entrada de passageiros pela porta traseira

A evasão de passageiros pela porta do desembarque é comum acontecer mesmo nos dias de normalidade, um dos motivos é a ausência de cobrador no transporte urbano de Sorocaba.
Em dias de greve, nos quais existe menor número de ônibus em circulação, o que, por sua vez, resulta em maior aglomeração de pessoas nos pontos de ônibus, é possível que ocorra uma ampliação nos casos de evasão passageiros pela porta traseira dos veículos.

Os motoristas são obrigados a abrir em todos os pontos as portas de embarque e de desembarque. Essa é uma determinação do regulamento das empresas operadoras do sistema (STU e CONSOR) e da Urbes – Trânsito e Transportes, prática que os motoristas estão seguindo.                        

Greve dos trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba continua no final de semana

Os trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba não irão interromper a greve aos finais de semana, conforme anunciamos em nota enviada à imprensa ontem (5).

No domingo, como não existe horário de pico, estará em circulação na cidade 50% da frota segundo a tabela normal de final de semana das empresas STU e CONSOR. O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região irá seguir a porcentagem que está determinada na liminar vigente.


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: