Sorocaba: Rodoviários realizam assembleia nesta terça (6)

Categoria irá definir encaminhamentos da greve realizada nesta segunda (5)

Por: Redação CNTTL com Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba
Publicação: 05/06/2017
Imagem de Sorocaba: Rodoviários realizam assembleia nesta terça (6)

Foto: Fabiana Caramez

Nesta terça (6), os rodoviários de Sorocaba realizam assembleia para definir os encaminhamentos da greve que foi realizada nesta segunda (5).  A assembleia acontece às 10h e às 18h, na sede do Sindicato.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba, a categoria aderiu 100% à paralisação iniciada na madrugada de segunda (5), por conta do não avanço na Campanha Salarial, sendo que  40% da frota de ônibus circulou no horário de pico e o transporte especial circulou 100%.

Reivindicações

A data-base da categoria é 1º de maio e, nesta campanha salarial, a reivindicação é de reposição da inflação segundo a média de quatro índices - INPC/IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor/Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), IGP-M/FGV (Índice Geral de Preços do Mercado/Fundação Getúlio Vargas), IPC/FIPE (Índice de Preços ao Consumidor/Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e ICV/DIEESE (Índice do Custo de Vida/Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) – mais aumento real de 6%.

A categoria também reivindica aumento no tíquete-refeição/diária, na participação nos lucros e resultados (PLR), contratação de mais agentes de bordo e a manutenção de todos os direitos já conquistados em campanhas salariais passadas.

Histórico

 As negociações da campanha salarial dos Rodoviários teve início em 31 de março, quando a pauta de reivindicações da categoria foi formalmente entregue às empresas e ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No mês de maio tiveram início as negociações.

Diante do não avanço na contraproposta patronal, o Sindicato convocou os trabalhadores para assembleia no dia 31 de maio, na qual a categoria se rejeitou a votar proposta patronal de reajuste salarial de apenas 2,5%, que não repõe a inflação do último ano, e aprovou o estado de greve.

Após a categoria decretar o estado de greve, as empresas não procuraram o Sindicato. A primeira reunião entre Sindicato e empresas pós-estado de greve ocorreu por solicitação do MPT, na noite da sexta-feira (2). Como não houve acordo, uma nova reunião, agora com a presença da Urbes, aconteceu no sábado (3), novamente, sem sucesso.

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: