Brasília: Situação dos rodoviários na Cootarde gera conflitos, mas luta segue firme

Motorista freelancer da empresa tentou agredir dirigente do Sindicato de forma covarde. “Estão querendo colocar os trabalhadores uns contra os outros”

Por: Redação CNTTL com CUT/DF
Publicação: 03/02/2017
Imagem de Brasília: Situação dos rodoviários na Cootarde gera conflitos, mas luta segue firme

Foto: Sindicato

Quatro rodoviários na Cootarde, em Brasília, foram detidos após defender o dirigente do Sindicato dos Rodoviários do DF (Sittrater), Marcos Junio Duarte, de uma agressão covarde de um motorista freelancer, que presta serviços para a empresa.

Em um vídeo gravado por passageiros e divulgado na internet, o motorista identificado como José Ricardo Ferreira, tenta agredir Marcos Junio com uma barra de ferro. Diante da situação covarde, quatro trabalhadores foram defender o companheiro.

Após o polêmico episódio, os quatro rodoviários foram os únicos detidos e, injustamente, responderão por dano, lesão corporal e atentado contra a segurança do transporte.

A assessora Jurídica do Sittrater, Marília Fontele, informou que o sindicato não está medindo esforços no sentido de garantir que a justiça seja feita. “Tivemos uma audiência nesta quinta (2), na qual foi decretada a prisão preventiva dos rodoviários que agiram na defesa do companheiro. Estamos garantindo os elementos necessários para reverter essa sentença que, no nosso entendimento, é injusta e não condiz com a realidade”, explica.

A luta continua

A categoria está há 16 dias em greve devido ao calote nos salários e benefícios. Os trabalhadores reivindicam os pagamentos atrasados, tíquete alimentação, 13º salário, férias vencidas e cestas básicas dos mecânicos e despachantes.

Para o secretário geral do Sindicato dos Rodoviários do DF, Diógenes Nery, isto é reflexo do descaso dos patrões com os trabalhadores. “Os rodoviários já sofrem com constantes atrasos de salários e más condições de trabalho e agora a empresa tenta intimidar, ainda mais, os empregados colocando uns contra os outros. Sem dúvida, esta foi uma forma encontrada pela Cootarde de reprimir nosso movimento que é legal e é um direito nosso”, lamenta o dirigente ao ressaltar que os rodoviários detidos possuem um histórico exemplar. “A determinação da Justiça foi um nocaute para nós, porém, continuaremos mobilizados em prol desses companheiros que agiram em legítima defesa. Queremos pedir à categoria que se mantenha unida e, principalmente, não se deixe iludir pela mídia golpista que tem divulgado boatos e falácias”, completa.

O opresidente da CUT Brasília, Rodrigo Britto, reforço que nesse momento é fundamental manter a unidade de classe. “Estão usurpando direitos e prejudicando os trabalhadores. Não podemos admitir a retirada de conquistas e nem que os rodoviários sejam intimidados e reprimidos”, declara.

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: