FENTAC/CUT cobra das empresas aéreas início das negociações da Campanha Salarial dos Aeronautas e Aeroviários

Passados quase um mês da entrega das pautas de reivindicações, bancada patronal das empresas aéreas permanece em "silêncio"

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 05/10/2016
Imagem de FENTAC/CUT cobra das empresas aéreas início das negociações da Campanha Salarial dos Aeronautas e Aeroviários

Sergio Dias, presidente da FENTAC durante lançamento da Campanha Salarial em 21 de setembro no GRU Airport (Foto: Valdir Lopez)

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil, filiada à CUT, (FENTAC) manifesta preocupação com a demora da bancada patronal do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (SNEA), que representa todas as companhias, inclusive a LATAM, GOL, Azul e Avianca, que, até o momento, não agendou nenhuma rodada de negociação da Campanha Salarial dos trabalhadores na aviação civil comercial.

Visando iniciar o diálogo com antecedência, a Federação e os Sindicatos filiados dos aeroviários de Campinas, Guarulhos, Porto Alegre, Recife, Nacional de Aeroviários e dos Aeronautas entregaram, em 15 de setembro, as pautas de reivindicações e passados quase 1 mês, o SNEA permanece em silêncio.

A bancada patronal, tampouco, respondeu às reivindicações das categorias profissionais referentes às Comissões Paritárias, propostas pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) na Campanha Salarial de 2015, que busca incluir melhorias em direitos sociais propostos pelos trabalhadores nas Convenções Coletivas de Trabalho (CCT).

Estão em Campanha Salarial cerca de 70 mil aeroviários e aeronautas na base da FENTAC e a data-base é 1º de dezembro.

As categorias reivindicam a reposição integral da inflação da data-base, 1º de dezembro, e mais 5% de ganho real (produtividade), a garantia do nível de emprego nas bases da FENTAC, bem como a manutenção dos direitos nas Convenções Coletivas de Trabalho e a ampliação e melhorias nos direitos econômicos e sociais.

A FENTAC e os sindicatos filiados já deixaram claro às empresas aéreas que a Campanha Salarial deste ano tem que encerrar no mês da data-base, em dezembro.

Na Campanha Salarial de 2015, as negociações se alongaram, tiveram mediações do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e só encerraram após grande paralisação nacional dos aeronautas e aeroviários, realizada em todos os aeroportos do país, no dia 3 de fevereiro deste ano.

 O encerramento da Campanha Salarial 2016 no mês da data-base é uma vontade soberana dos trabalhadores na aviação civil, aprovada em assembleias.

Os aeroviários e aeronautas da base da FENTAC seguem mobilizados nos aeroportos do Brasil e aguardam com urgência o início das negociações com o SNEA.

Sergio Dias, presidente da FENTAC/CUT

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: