Contra o golpe no Brasil, mulheres de 173 países divulgam Moção de Repúdio

Iniciativa surgiu no 13º Fórum da AWID, realizado na Bahia

Por: Redação CNTTL com CUT
Publicação: 13/09/2016
Imagem de Contra o golpe no Brasil, mulheres de 173 países divulgam Moção de Repúdio

Arte: Fórum

Mulheres de 173 países que participaram do 13º Fórum da AWID – Associação Mundial de Organização Feminista, na Costa do Sauípe, na Bahia. Divulgaram uma moção de repúdio ao golpe no Brasil contra a presidenta, Dilma Rousseff, eleita democraticamente por mais de 54 milhões de brasileiros e brasileiras.

Confira a seguir no portal CNTTL a versão em português e inglês da nota: 

MOÇÃO DE REPÚDIO

Nós, mulheres de movimentos feministas, sociais e sindical, de 173 países, reunidas no 13º Fórum da AWID – Associação Mundial de Organização Feminista, realizado em Sauípe – Bahia/Brasil, no período de 08 a 11 de setembro de 2016, expressamos nosso mais veemente repúdio ao golpe político engendrado pela elite brasileira, movimentos conservadores e a mídia nacional, que culminou na cassação da Sra. Dilma Rousseff, primeira mulher eleita Presidenta do Brasil por mais de 54 milhões de eleitores que optaram nas eleições presidenciais de 2014 pela continuidade de um Governo do campo democrático-popular; golpe que fere de morte a democracia brasileira, e que também é uma ação machista contra as mulheres, já que no mundo inteiro o patriarcado e o machismo têm sido decisivos para evitar os avanços e o empoderamento das mulheres.

 

Os agentes do golpe, através do Governo de Michel Temer, têm por objetivo implementar uma agenda conservadora e liberal, projeto impopular rechaçado pela maioria da população nas últimas 4 eleições, que tem como objetivo central a retirada e flexibilização de direitos sociais, trabalhistas e previdenciários, duramente conquistados pelos trabalhadores e trabalhadoras, interrompendo, assim, a agenda positiva de inclusão social e distribuição de renda, implementada nos últimos 14 anos, que beneficiaram as camadas mais pobres da população brasileira. 

É inadmissível a usurpação do poder através de um golpe político que sequer permitiu que a população brasileira se manifestasse através dos meios democráticos previstos na Constituição Brasileira.

Em defesa da democracia!   Fora Golpistas!   A história não os absolverá!

Costa do Sauípe, 08 de Setembro de 2016.

 

 

MOTION OF CONDEMNATION

We women, from the feminist, social, and labor movements, from 173 countries, gathered at the 13th AWID (Association for Women's Rights in Development) Forum  held in Sauipe, Bahia, Brazil, September 8-11 2016, express our most vigorous condemnation of the political coup engineered by the Brazilian elite, conservative movements and the national media, which culminated in the impeachment of Ms. Dilma Rousseff, the first woman elected President of Brazil by more than 54 million voters who voted in the presidential election in 2014 for the continuation of a democratic and popular government. This coup is a mortal wound against Brazilian democracy, and is a misogynist action against women, as all over the world patriarchy and machismo have always taken decisive action to prevent the progress and empowerment of women.

The agents of the coup, through the Interim Presidency of Michel Temer, aims to implement a conservative and neoliberal agenda, an unpopular platform rejected by the majority of the population in the last four election cycles. The coup government’s objective is the withdrawal and elimination of hard-fought social and labor rights and social security gains, to wipe out the productive agenda for social inclusion and income justice that had been implemented over the last 14 years of Workers’ Party governance, benefitting the poorest segments of the population.

This usurpation of power through a political coup is unacceptable, and denied the Brazilian population’s voice as enshrined under the Brazilian Constitution.

In defense of democracy! Coup-mongers out! History will not absolve you!

Costa do Sauipe, September 8, 2016.

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: