Campanha Salarial FENTAC: Aeroviários e Aeronautas vão lutar para manter e conquistar direitos econômicos e sociais

Sindicatos farão assembleias para debater as reivindicações a partir do dia 25 de agosto.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 17/08/2016
Imagem de Campanha Salarial FENTAC: Aeroviários e Aeronautas vão lutar para manter e conquistar direitos econômicos e sociais

Reunião da executiva da FENTAC/Foto: Viviane Barbosa/Mídia Consulte

Os aeroviários e aeronautas, na base da Federação Nacional dos Trabalhadores na Aviação Civil (FENTAC/CUT), se preparam para mais uma Campanha Salarial Unificada 2016/2017. A data-base das categorias é 1º de dezembro e a FENTAC negocia com o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (SNEA). Estarão em Campanha cerca de 70 mil trabalhadores na aviação civil.

Em Oficina de Planejamento, realizada nos dias 11 e 12 em Recife, dirigentes dos sindicatos  aeroviários de Guarulhos, Porto Alegre, Recife, Campinas, das bases do Sindicato Nacional dos Aeroviários e do Sindicato Nacional dos Aeronautas debateram o cenário econômico e político neste segundo semestre e as expectativas da Campanha neste ano.  A atividade contou com a participação de novos dirigentes vindos de Pernambuco e foi ministrada pelo técnico do DIEESE na FENTAC, o sociólogo, Mahatma Ramos.

O presidente da Federação, o aeronauta comissário de voo na Gol, Sergio Dias, disse que a conjuntura do Brasil é bastante preocupante, do ponto de vista do comportamento político, no qual o governo interino apresenta agenda uma neoliberal de ataques aos direitos e por outro econômico, no qual  as regras de mercado têm prevalecido.

No entanto, Dias disse que uma  coisa é certa: os aeronautas e aeroviários produziram nos últimos 12 meses e, portanto, têm direito a receber a reposição integral da inflação e mais 5% de ganho real. "Não vamos abrir mão da reposição da inflação. Sabemos das dificuldades, mas temos condições de avançar. O setor está demitindo muita gente, e os que ficaram estão  produzindo muito mais e  ganhando um salário inferior e, portanto, têm  direito de receber pela riqueza que ajudaram a produzir " atesta.

O sindicalista conta que em todas as Campanhas da Aviação as empresas aéreas sempre tiveram a premissa de esperar "o bolo crescer para dividir" e nesse ano não será diferente. "Eles virão com um discurso tenebroso, mas não é isso que estamos vendo, o mercado está dando sinais de recuperação", argumenta.

Potencial dos trabalhadores da aviação
A diretora da Federação e do Sindicato Nacional dos Aeroviários, Selma Balbino, acrescenta que mesmo diante de uma conjuntura difícil, os trabalhadores da aviação têm potencial. "Eles são conscientes das conquistas que obtiveram e não vão abrir mão. Nós, da FENTAC, por meio de nossos sindicatos filiados, temos feito lutas setoriais contra a terceirização, a perda de direitos desse governo golpista e nesse sentido estamos potencializando a consciência dos trabalhadores para manter e ampliar as conquistas nesta Campanha", relata.

Orisson Melo, diretor do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos e da Federação, reforça que a FENTAC fará o possível para assegurar e avançar nas conquistas para as categorias e frisa que tudo depende da organização dos trabalhadores dentro das suas entidades sindicais.  "Algumas reivindicações são a garantia do nível de emprego, o direito a um auxílio maquiagem, já que as empresas exigem que as trabalhadoras se apresentem de acordo, e um auxílio creche para o filho (a) do aeroviário entre outras", comenta.

O presidente do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos, Rodrigo Maciel, frisa que o cenário econômico vem melhorando e as reivindicações da FENTAC serão objetivas e, portanto,  têm condições plenas de ser aplicadas pelas empresas aéreas. 

Na opinião do recém eleito presidente do Sindicato dos Aeroviários de Pernambuco, Erivaldo Dutra, o Barriga, para alcançar as conquistas é fundamental que os trabalhadores se unam e façam mobilizações nos aeroportos.

Prazo da Campanha 

O diretor do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre e diretor da FENTAC, Celso Klafke, disse que a expectativa é que as negociações deste ano não se estendem como, por exemplo, em 2015, que a Campanha terminou em fevereiro após audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST). "Queremos encerrar a nossa Campanha no mês da data-base, em dezembro. A demora do ano passado prejudicou os aeroviários e aeronautas que perderam meses de reajustes, sem a retroatividade", finaliza.

Assembleias, lançamento e entrega de pautas 
Os sindicatos filiados à FENTAC realizarão na próxima semana, a partir do dia 25 de agosto, assembleias nas bases para deliberar sobre as reivindicações da Campanha Salarial deste ano.  A Federação fará um lançamento oficial da Campanha Unificada 2016/2017 em Brasília e a entrega de pautas ao Sindicato Nacional das Empresa s Aéreas deve acontecer na primeira quinzena de setembro. 

 

Principais reivindicações da Campanha Salarial Unificada dos Aeronautas e Aeroviários 
Reposição Integral da Inflação da data-base, 1º de dezembro, e mais 5% de ganho real (produtividade)
Garantia do nível de emprego nas bases da FENTAC
Manutenção dos direitos nas Convenções Coletivas de Trabalho
Ampliação e melhorias nos direitos econômicos e sociais 

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: