CNTTL/CUT participa de audiência pública contra a privatização do metrô de Belo Horizonte

Para presidenta do Sindimetro-MG, Alda Santos, é dever do Estado assegurar transporte público de qualidade

Por: Redação CNTTL com Fenametro
Publicação: 08/10/2015
Imagem de CNTTL/CUT participa de audiência pública contra a privatização do metrô de Belo Horizonte

Foto: Metroviários de Belo Horizonte

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados realizou na terça-feira (6), em Brasília, uma audiência pública para buscar "Esclarecimentos quanto aos projetos e recursos destinados ao Metrô de Belo Horizonte, apresentados pelo governo do Estado de Minas Gerais, prefeituras de Belo Horizonte, Contagem e Betim".

A categoria metroviária demonstrou grande força e viajou mais de dez horas para deixar claro aos parlamentares e representantes dos governos que não aceitará a privatização do metrô de Belo Horizonte. O diretor de comunicação da CNTTL/CUT e rodoviário de Brasília, José Carlos da Fonseca e o assessor da Confederação, Itamar Firmino da Guarda​, participaram da audiência.

A presidenta do Sindicato dos Empregados em Empresas de Transportes Metroviários e conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG), Alda Lúcia Fernandes dos Santos, apresentou um vídeo que mostrou a dificuldade da vida do trabalhador mineiro que mora longe e não tem acesso ao metrô. "É dever do Estado e direito do cidadão assegurar transporte público de qualidade, por isso, somos contrários à privatização", disse.

Apoio

Um grande número de deputados esteve presente mostrando o interesse na pauta, ainda que as opiniões dominantes eram da Bancada Privatista.  Apenas um deputado, Wellington Prado, se posicionou categoricamente contra a privatização do Metrô de Belo Horizonte e assumiu, inclusive, o compromisso de organizar uma Frente Parlamentar em defesa do sistema metro ferroviário.

Foram convidados para a audiência Paula Coelho da Nóbrega, gerente de projetos da Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades , Flávio Mota Monteiro, assessor do Diretor-Presidente da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), Márcio Duarte, consultor Técnico, representando o prefeito de Belo Horizonte, e Alda Lucia Fernandes dos Santos, presidenta do Sindimetro-MG e vice-presidente da Fenametro.

Próximo passo

A representante do Ministério das Cidades confirmou que o governo espera concluir até o final deste ano o convênio para viabilizar a privatização, por meio de uma PPP, com o governador de Minas Gerais,  Fernando Pimentel (PT ), que embora convidado, não compareceu nem indicou representante para comparecer a audiência.

Os metroviários saíram convencidos da importância de intensificar a campanha contra a privatização do Metrô de Belo Horizonte.

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: