Bahia: Sindicato dos Rodoviários participa de homenagem aos sindicalistas Paulo Colombiano e Catarina Galindo

O casal foi assassinado de forma covarde em 2010


Publicação: 01/07/2015
Imagem de Bahia: Sindicato dos Rodoviários participa de homenagem aos sindicalistas Paulo Colombiano e Catarina Galindo

Foto: Sindicato

Dirigentes do Sindicato dos Rodoviários da Bahia participaram da homenagem feita na terça (30) pela Câmara Municipal aos sindicalistas Paulo Colombiano e Catarina Galindo, ex-dirigentes da entidade que foram assinados de forma covarde em 29 de junho de 2010.

Durante a solenidade, emocionado, o presidente do Sindicato, Hélio Ferreira, lembrou do amigo e companheiro de luta, Paulo Colombiano .

Ferreira destacou a firmeza e senso ético do militante que muito contribuiu para o movimento sindical baiano e brasileiro. Paulo era uma referência nacional quando se tratava de vanguarda na luta dos trabalhadores do país. 

"Sua história na luta dos rodoviários vem de muitos anos. Quando o rodoviário baiano não tinha fardamento, trabalhava 14 horas sem receber hora-extra e não tinha nenhum benefício. Foi a garra, a bravura e determinação de Paulo e de um grupo de companheiros que garantiram o fardamento completo, a hora extra a 100%, e uma gama enorme de direitos que nenhum rodoviário do país tinha", destacou.

Justiça

Hélio Ferreira, que foi levado para o movimento sindical pelas mãos de Paulo Colombiano, disse que o sindicato não vai sossegar enquanto não houver o julgamento e a justa punição dos criminosos. "Se antes na ditadura militar vimos companheiros serem abatidos por questões política, em plena democracia muitos companheiros continuam sendo mortos por questões econômicas. É uma tentativa de calar a voz dos que querem se manifestar contra a exploração do trabalhador de um modo geral", alerta.

Entenda o caso

Os  sindicalistas Paulo Colombiano e Catarina Galindo foram assassinados na  noite de 29 de junho de 2010. O casal chegava em casa, no bairro de Brotas, em Salvador, quando o carro em que estava foi alvejado por tiros.

Os dois morreram na hora. Colombiano era tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários da Bahia e investigava uma fraude de R$ 34 milhões no pagamento do plano de saúde da entidade.

Redação CNTTL com Sindicato dos Rodoviários da Bahia 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: