Sorocaba: Rodoviários fazem carreata pela revogação das demissões na Coca-Cola

Os trabalhadores contaram com o apoio de cerca de 60 sindicatos, de várias categorias


Publicação: 10/03/2015
Imagem de Sorocaba: Rodoviários fazem carreata pela revogação das demissões na Coca-Cola

Foto: Sindicato

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba realizou na segunda-feira (9) uma grande carreata pela revogação das demissões de todos os 217 motoristas e ajudantes do setor de distribuição e entrega da empresa Sorocaba Refrescos S.A., que fabrica e distribui os produtos da Coca-Cola na região.

A carreata que percorreu as principais ruas de Sorocaba teve a participação de trabalhadores e seus familiares, e dirigentes sindicais do ramo do transporte e de diversas categorias de todo o Estado de São Paulo.

"Aproximadamente 60 sindicatos estavam representados em nossa carreata. Os sindicalistas se solidarizaram com os trabalhadores da Coca-Cola e se colocaram à disposição para ampliar a luta pela preservação dos empregos", afirmou o presidente do Sindicato e da CNTTL/CUT, Paulo João Estausia, Paulinho.

Os sindicalistas consideraram a terceirização praticada pela Sorocaba Refrescos um atentado ao movimento sindical. Além de terceirizar todo o setor, a empresa contratou uma transportadora sediada no município de Itu, que não pertence à base do Sindicato de Sorocaba e tem salário e benefícios reduzidos.

A forma como a empresa demitiu os trabalhadores, por meio de carta entregue por motoboy no dia de folga da categoria, também foi extremamente criticada pelos participantes da carreata.

Ato na Prefeitura

A carreata passou pelo Paço Municipal, onde ocorreu um ato que cobrou ação do prefeito de Sorocaba, Antônio Carlos Pannunzio, em defesa dos empregos. A Sorocaba Refrescos recebeu incentivos fiscais do poder público e, por isso, deveria ter responsabilidade com a sociedade sorocabana que, além disso, é o seu maior mercado consumidor.

"Nós tivemos uma reunião com o prefeito, na qual ele se mostrou sensibilizado com a situação dos trabalhadores. Passados alguns dias, o prefeito nos chama para nova reunião e muda completamente o discurso. Por um momento, acreditamos que ele tinha mudado. Mas isso não nos impede de continuar a cobrar ação do prefeito em defesa dos sorocabanos", explicou o vice-presidente do Sindicato e vereador Francisco França.

A carreata saiu da Sorocaba Refrescos, KM 104,5 da rodovia Raposo Tavares, passou pela av. Armando Pannunzio, av. Gal. Carneiro, rua Eugênio Salerno, av. Álvaro Soares, Terminal Santo Antônio, marginal Dom Aguirre, Prefeitura Municipal, Terminal São Paulo, av. Juscelino Kubitschek, Barão de Tatuí, av. Antônio Carlos Comitrê e retornou à empresa.

15 dias de protesto

Os trabalhadores demitidos estão há 15 dias acampados em frente a Sorocaba Refrescos e os protestos devem continuar por tempo indeterminado. Hoje (10), os trabalhadores estarão na Câmara Municipal de Sorocaba para pedir apoio dos vereadores à luta pela revogação das demissões.

"Em momento algum a empresa disse que as demissões são fruto de problemas financeiros, ela mesma afirma que é uma adequação administrativa. Nós queremos que os empregos continuem em Sorocaba, queremos que os trabalhadores tenham a oportunidade de estar empregados na empresa terceirizada", explicou Paulinho.

Do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba

 

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: