Brasília: Rodoviários terceirizados conquistam 11,3% de reajuste salarial

A categoria também garantiu 29% de aumento no vale-alimentação, 50% de adicional noturno e 25% no plano de saúde


Publicação: 10/02/2015
Imagem de Brasília: Rodoviários terceirizados conquistam 11,3% de reajuste salarial

Foto: Sindicato

Os rodoviários terceirizados de Brasília, que prestam serviço para órgãos do governo aceitaram, em assembleia realizada no sábado (7), a proposta de reajuste salarial dos patrões e suspenderam a deflagração da greve.  

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, o acordo foi fechado com 11,3% de reajuste salarial e 29% no vale-alimentação. Os trabalhadores também conquistaram 50% de Adicional Noturno, 25% de reajuste no plano de saúde e a manutenção das cláusulas sociais previstas na Convenção Coletiva de Trabalho-CCT da categoria. Todos os ganhos são retroativos a janeiro.

“Tínhamos 6,5% de perda salarial. Tivemos ganho real de mais de 5%. Isso representa uma vitória”, afirma o dirigente do Sindicato dos Rodoviários, Saul Araújo.

Segundo o dirigente, “os rodoviários terceirizados formam uma categoria nova para o Sindicato, mas já foram conquistados grandes avanços”. “Antes de o Sindicato dos Rodoviários representar os rodoviários terceirizados, o piso salarial da categoria era de, mais ou menos, R$ 800. Hoje, três anos depois, o piso é de mais de R$ 1.800”, afirma.

Redação CNTTL com CUT/DF


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: