Brasília: Após acordo, rodoviários voltam ao trabalho

A categoria retomou as atividades na segunda-feira (24)


Publicação: 25/11/2014
Imagem de Brasília: Após acordo, rodoviários voltam ao trabalho

Foto: divulgação

Rodoviários das empresas Viação Pioneira e Auto Viação Marechal, em  retomaram suas atividades na segunda feira (24) após três dias de greve devido ao atraso nos salários que deveriam ter sido pagos na última quinta feira (20).

De acordo com vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, “no que diz respeito à Pioneira, o governo afirmou faria o repasse ainda na segunda para a empresa pagar os salários, fato que levou os rodoviários a retomarem suas atividades. Já os representantes da Marechal afirmaram que fariam parte do pagamento com recursos próprios e acertariam o restante até o fim da semana”, conta.

Segundo o dirigente, os dias paralisados serão abonados, sem prejuízos no salário.  Foi a segunda vez em menos de 30 dias que os rodoviários paralisaram suas atividades por atraso nos salários e benefícios. “Se o acordo não for cumprido, os trabalhadores vão paralisar suas atividades novamente, exercendo direito de greve para defender seus interesses”, afirma o vice presidente do Sindicato..

Todos os trabalhadores das empresas aderiram à greve. De acordo com estimativa do Sindicato, aproximadamente 4 mil rodoviários cruzaram os braços, deixando de circular 1.100 ônibus no Distrito Federal.  

Cooperativas fazem acordo

Na manhã dessa segunda feira (24) seis cooperativas de transporte público paralisaram suas atividades em virtude do atraso nas negociações da data base desta parte categoria.

Apresentadas em maio, as revindicações dos rodoviários incluíam aumento de 20% nos salários, equiparação do auxílio alimentação e do auxílio cesta básica de acordo com o que foi conquistado pelas demais empresas de transporte público e redução da carga horária de 7 horas e 20 minutos  para 6 horas diárias.

“A greve já havia sido decretada desde o dia 9 de novembro em virtude do atraso nas negociações”, afirma Carlos Eduardo, diretor do Sindicato dos Rodoviários.

Em contraproposta feita nesta segunda feira (24), as empresas ofereceram  15% de reajuste salarial, equiparação dos auxílios e redução da jornada de trabalho para 6 horas e 40 minutos, acordo que já foi aceito pela maioria dos trabalhadores da cooperativas.

“As empresas e o Sindicato fizeram reunião nesta tarde onde e chegaram a esse entendimento. Como ainda não foi possível fazer uma assembleia conjunta com todas as empresas, fizemos assembleias setoriais nos terminais para comunicar aos trabalhadores a proposta das empresas. Apenas uma cooperativa não teve assembleia, o que ocorrerá na madrugada da terça feira (25). Os rodoviários das demais cooperativas já retomaram a suas atividades”, conclui o diretor.

 Com CUT/DF 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: