Campanha Salarial: FENTAC cobra respeito do SNEA e agilidade nas negociações

O Sindicato patronal informou que dará uma resposta sobre as pautas na quinta (27)


Publicação: 24/11/2014
Imagem de Campanha Salarial: FENTAC cobra respeito do SNEA e agilidade nas negociações

Dirigentes da FENTAC em frente ao SNEA - foto: Mídia Consulte

Indignados com a falta de respeito das companhias aéreas que já desmarcaram três rodadas de negociações da Campanha Salarial, dirigentes da FENTAC/CUT e dos sindicatos filiados dos aeroviários e aeronautas fizeram um protesto em frente à sede do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), no bairro do Ibirapuera, em São Paulo, na última sexta-feira (21).
As pautas de reivindicações foram entregues, no dia 30 de setembro, e até agora nenhuma resposta foi apresentada à Federação. A data-base das categorias é 1º de dezembro.
“Os empresários da aviação continuam extremamente truculentos e não respeitam os trabalhadores. Nós deixamos um proposta de modificação de metodologia para agilizar as negociações, mas isso não aconteceu”, alerta o presidente da FENTAC, Sérgio Dias.

Orisson Melo, presidente do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos e diretor financeiro da Federação, disse que as negociações com as empresas sempre foram difíceis. “Estamos protestando para ver se no mínimo eles valorizam os seus trabalhadores, principal mote da nossa Campanha”, destaca.
Compartilhando do mesmo pensamento, o  diretor do Sindicato dos Aeroviários de Campinas e de Formação da Federação, Diego Gidean de A. S. Almeida, salienta que o ato mostrou que os trabalhadores estão cansados de enrolação. “O trabalhador aeronauta e aeroviário cansou dessa falta de respeito. Queremos que eles sentem e negociem dignamente com a gente”.

Ganho real
O diretor do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre e Secretário de Saúde da FENTAC, Paulo Rodolfo Pacheco Ribeiro, relembra que na Campanha passada as companhias disseram o quanto era importante a contribuição dos trabalhadores com as empresas, com o País e com os passageiros e estrangeiros que vieram assistir à Copa. “E nós fizemos a nossa parte, contribuímos da melhor maneira possível, com qualidade no nosso trabalho. E, infelizmente, neste ano o SNEA não está cumprindo a sua parte”, conta.
Rodolfo ressalta que as empresas vêm empurrando a negociação com a barriga. “No ano passado, só recebemos a reposição da inflação, calculada pelo INPC, e nesse ano queremos ganho real no salário”.

Mais protestos
O presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) e diretor da Federação, Luiz da Rocha Cardoso, o Pará, disse que o protesto em frente ao SNEA é apenas o começo. “Faremos atos em Navegantes (Santa Catarina), Joinville e em Florianópolis. Mostraremos à categoria e aos passageiros a nossa insatisfação com relação à postura da bancada patronal”, avisa.
Pará reforça que se as negociações não avançarem, os protestos da FENTAC acontecerão em todos os aeroportos do Brasil.

Rodada do dia 27 está mantida
Em email enviado na segunda-feira (24) à presidência da FENTAC, o presidente do SNEA, Odilon Junqueira, confirmou que a bancada patronal se posicionará sobre as cláusulas sociais reivindicadas pelos aeroviários e aeronautas nesta terça-feira (25).
Também ratificou que está mantida a rodada de negociação agendada para a quinta-feira (27). A reunião será, às 14h, e acontecerá no Hotel Park Inn – Ibirapuera, localizado à Avenida Ibirapuera, 2534, em São Paulo.
A Federação reivindica 11% de reajuste salarial e a aplicação deste índice nas demais cláusulas econômicas.

Da Redação da FENTAC


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: