Portuários cariocas, capixabas e gaúchos recebem primeira dose da vacina contra COVID-19

O Ministério da Saúde incluiu as doses para a categoria, também foram contemplados os trabalhadores do setor aéreo, no último dia 25 de maio na 7ª edição do Plano Nacional

Por: Viviane Barbosa, Redação CNTTL
Publicação: 02/06/2021
Imagem de Portuários cariocas, capixabas e gaúchos recebem primeira dose da vacina contra COVID-19

foto: Suport-ES

Já inciou em várias localidades do país a vacinação dos trabalhadores e trabalhadoras do setor portuário. Essa conquista é resultado da grande mobilização nacional realizada pelos sindicatos e Federações, entre elas, FNP ( Federação Nacional dos Portuários), no dia 7 de maio. O protesto paralisou por duas horas 34 portos brasileiros.

Os portuários reivindicaram dos governos estaduais e prefeituras a vacinação prioritária da categoria, que exerce trabalho essencial, atua na linha de frente, ficando diariamente exposta ao novo coronavírus. 

Essa luta pressionou o Ministério da Saúde a liberar as doses para a categoria e no último dia 25 de maio os portuários e trabalhadores do setor aéreo foram incluídos na 7ª Edição do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19. 

Os sindicatos portuários da base da CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística) do Espírito Santo, Rio de Janeiro e do Rio Grande Sul noticiaram a vacinação.

Os portuários cariocas receberam a primeira dose no armazém 18 do Porto do Rio. O calendário continua no próximo dia (7).

(foto Rio)
Vacinação dos portuários e portuárias do Rio de Janeiro


Em Vitória, o trabalhador avulso do Suport-ES, Jonas Cardoso Manoel, de 58 anos, que trabalha na função de operador de empilhadeira, foi o primeiro a ser vacinado contra a Covid-19. 

“Esse período antes de ser vacinado quase me levou a perder a carteira do Ogmo. Evitei ir a Portocel por conta do risco de me contaminar nas instalações ou durante o transporte. Tenho mulher, filho, neto e todos moramos debaixo do mesmo teto. Eu tive medo de trabalhar e contaminar minha família, antes perder o trabalho à minha família”, disse o companheiro, que é portuário há 34 anos.

A cerimônia da vacinação dos portuários capixabas aconteceu no último dia, 28 de maio, no Palácio Anchieta, sede do governo do Estado.

O presidente do Suport-ES, Ernani Pereira Pinto, destacou que a vacinação no Estado só teve início depois de muita luta. “Temos sido implacáveis na cobrança de soluções para a proteção dos trabalhadores, o que culminou num movimento de paralisação das atividades portuárias no início do mês, dada a gravidade e o alcance dessa pandemia para o seio da família e levando muitos de nós a óbito", disse.

 Em vídeo, dirigentes do SindiPortuários -- do Rio Grande do Sul -- disseram que "o processo de vacinação dos trabalhadores e trabalhadoras portuários/as foi uma vitória da categoria que não parou nenhum minuto durante a pandemia, e que se encontra na linha de frente do desenvolvimento do município, Estado e país". 

Vacinação dos portuários gaúchos: 
Fonte: JP Foto & Vídeo, imagens de apoio Portos do Rio Grande do Sul


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: