CUT Alagoas divulga campanha nas redes sociais em defesa do emprego dos cobradores

A campanha é uma resposta à Câmara Municipal de Maceió que aprovou a extinção da função de cobradores/as de ônibus na cidade no último dia 26 de março, em plena pandemia de COVID-19.

Por: Viviane Barbosa, Redação CNTTL
Publicação: 05/04/2021
Imagem de CUT Alagoas divulga campanha nas redes sociais em defesa do emprego dos cobradores

Dirigente da CUT-AL em apoio à luta do emprego dos cobradores (Reprodução facebook e instagram)

Em solidariedade aos empregos dos cobradores alagoanos, a Central Única dos Trabalhadores de Alagoas (CUT-AL) está divulgando nas suas redes sociais (Instagram e Facebook) @alagoascut a campanha “Não aceitamos demissões: Sou trabalhador (a) não aceito demissão de cobrador”.

A campanha é uma resposta à Câmara Municipal de Maceió que aprovou a extinção da função de cobradores/as de ônibus na cidade no último dia 26 de março, em plena pandemia de COVID-19. O Projeto de Lei aprovado é o 7.480/20, de autoria do presidente da Casa, o vereador Galba Novais Neto.

Em nota, o Diretório Municipal de Maceió do Partido dos Trabalhadores repudiou a decisão dos vereadores que votaram a favor dessa “anomalia jurídica e injustificável”.

“Mais de 400 cobradores perderão seus empregos com a entrada em vigor dessa nova Lei. Nesse contexto de crise econômica, política e sanitária é dever de todas as instituições públicas e seus mandatários discutirem maneiras de preservar o emprego e a sobrevivência dos pais e mães de família, assim como as suas vidas”, destaca a nota.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro-AL) também manifestou indignação e irá reivindicar que os vereadores voltem atrás e mantenham o veto do prefeito João Henrique Caldas (PSB), assegurando os cobradores em suas funções.

“A função de um cobrador não é apenas cobrar a passagem, mas orientar os passageiros e ajudar o motorista em um trânsito tão caótico da nossa capital’ afirma o presidente do Sindicato, Sandro Reges.

Responsabilidade com a classe

A CUT-AL disse que irá cobrar do poder público responsabilidade e respeito com esses trabalhadores e trabalhadoras que, mesmo durante a caótica situação que Alagoas se encontra, não largaram seus postos de trabalho em nenhum momento, e garantem o funcionamento das atividades na cidade. 

“Reafirmamos nossa responsabilidade com a classe trabalhadora do estado. E nesse sentido, ao lado da entidade da categoria, irá cobrar do poder público responsabilidade e respeito com esses trabalhadores e trabalhadoras que, mesmo durante a caótica situação que Alagoas se encontra, não largaram seus postos de trabalho em nenhum momento, e garantem o funcionamento das atividades de Maceió”, ressalta nota da entidade.




 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: