SINA e Viracopos fecham acordo que pagará R$ 20,3 milhões de periculosidade para aeroportuários do TECA

814 trabalhadores serão beneficiados, considerado pelo SINA o maior acordo realizado da história da categoria aeroportuária.

Por: Viviane Barbosa, Redação CNTTL
Publicação: 01/03/2021
Imagem de SINA e Viracopos fecham acordo que pagará R$ 20,3 milhões de periculosidade para aeroportuários do TECA

Reprodução Vídeo SINA

Depois de uma longa batalha judicial de sete anos, os aeroportuários no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos, na cidade de Campinas (SP), conquistaram o direito ao pagamento de 30% de adicional de periculosidade nos salários.

A conquista é fruto de um acordo negociado entre o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA) e o Aeroporto, que foi mediado pelo Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas da Justiça do Trabalho (Cejusc-JT) de 2º grau do TRT-15 de Campinas.

814 aeroportuários do TECA irão receber R$ 20,3 milhões de adicional de periculosidade, considerado pelo SINA o maior acordo da história da categoria aeroportuária.

Acordo
O Sindicato informa que serão pagos R$ 15,69 milhões a título de adicional de periculosidade vencido e reflexos incidentes, inclusive Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). 

Outros R$ 4,53 milhões são referentes à contribuição previdenciária paga sobre o valor principal ao INSS.

"Foi acertado, ainda, que haverá inclusão do adicional em folha para aqueles empregados abrangidos no acordo, a partir do próximo mês, observadas as demais condições pactuadas", informa, em nota, o TRT-15.


SINA comemora vitória 

"É uma vitória sem precedentes para os aeroportuários do TECA. Parabenizo o nosso diretor Alberto, ao nosso jurídico e a todos trabalhadores que participaram massivamente das assembleias do SINA. As ações tomadas em conjunto fortalecem a luta e o resultado é esse aumento de 30% a mais nos salários a partir de agora”, comemora o presidente do SINA, Francisco Lemos.


O diretor do SINA em Viracopos, Alberto Carvalho, parabeniza o SINA, os trabalhadores do TECA e a juíza TRT-15, Dra juíza Kathleen Stamato.

“99% dos aeroportuários aprovaram esse acordo em assembleia. Essa é uma vitória para todos os trabalhadores que diariamente expõem sua vida ao risco, vendem sua força de trabalho e dão lucro para empresa. Eles precisam ser recompensados dessa forma. Esse direito à periculosidade foi tirado há sete anos e agora foi resguardado pela Justiça”, explica Alberto.

O SINA informa que está em andamento o pedido do pagamento de adicional de periculosidade para os aeroportuários do pátio.

Assista ao vídeo

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: