Campanha Salarial Aviação: SNA não aceita redução de direitos das empresas aéreas

Em nota, o Sindicato Nacional dos Aeroviários informa que as empresas aéreas insistem em tirar direitos trabalhistas da categoria aeroviária.

Por: Viviane Barbosa, Redação CNTTL com Claudia Fonseca da Agência Amora
Publicação: 02/12/2020
Imagem de Campanha Salarial Aviação: SNA não aceita redução de direitos das empresas aéreas

Luiz Pará, presidente do SNA, o coordenador da região nordeste Lucas Viana e o advogado trabalhista Álvaro Quintão.

A negociação da renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2021 dos trabalhadores aeroviários -- que trabalham nos setores de manutenção, administração, check-in, pista e outras áreas em solo nos aeroportos -- continua indefinida. 
Em nota, o SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) informa que as empresas aéreas insistem em tirar direitos trabalhistas da categoria aeroviária.

Em rodada realizada, no dia 25 de novembro, o SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias) propôs 0% de reajuste no salário e vale-refeição; bônus no vale alimentação dividido em 12 vezes, no valor de R$ 34 cada parcela e  garantia de três meses de vale alimentação para profissionais demitidos em razão da pandemia.

As empresas também propuseram mudanças na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) que prejudicam a categoria relacionadas às cláusulas sociais do banco de horas, domingos e feriados, saída de férias e realização de acordos individuais.

"Não aceitaremos nenhuma mudança nas cláusulas sociais que prejudiquem os trabalhadores. Também não há possibilidade de levá-las para assembleia", destaca nota.

Próxima rodada
O SNA irá apresentar uma contraproposta para as empresas aéreas. A próxima reunião não tem data marcada, pois esta, teoricamente, seria a última rodada de negociação. Porém, SNA e SNEA vão agendar novo encontro, na tentativa do consenso de uma proposta de atualização da CCT que possa ser levada às assembleias.

Reivindicações do SNA- Campanha Salarial 

Reposição salarial de acordo com o INPC, mais aumento real de 2%;
Aumento de 10% no vale alimentação;
Aumento de 6% no vale refeição;
Pagamento integral do Plano de Saúde por parte das empresas para profissionais que recebem até R$ 5 mil e pagamento de 15% por parte da categoria, nos demais casos. 

Leia mais: Campanha Salarial Aviação: FENTAC entrega pauta de reivindicações para SNEA


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: