Sorocaba: Sindicato dos Rodoviários evita demissão em massa no Grupo São João

Em assembleias realizadas os trabalhadores(as) aprovaram a proposta construída pelo Sindicato

Por: Fabiana Caramez, Rodoviários de Sorocaba
Publicação: 27/08/2020
Imagem de Sorocaba: Sindicato dos Rodoviários evita demissão em massa no Grupo São João

foto: Sindicato

Mais uma vez, a organização, unidade e disposição de luta dos trabalhadores e trabalhadoras em transportes, somados à posição firme e ao conhecimento da diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, foram primordiais para assegurar o emprego de mais de 80 trabalhadores(as), neste difícil período de pandemia do coronavírus.

Em assembleias realizadas nesta quinta-feira (27), às 10h e às 16h, os trabalhadores(as) aprovaram a proposta construída pelo Sindicato na mesa de negociação com o Grupo São João que prevê a adesão à modalidade suspensão de contrato de trabalho da Lei 14.020 de 06 de julho de 2020 (MP 936/2020) em forma de revezamento para o conjunto dos funcionários do Grupo.

Segundo a acordado, a empresa irá colocar metade do quadro de funcionários(as), de todos os setores e cidades, em suspensão de contrato a partir de 10 de setembro. Passados três meses acontecerá o revezamento, os que estavam trabalhando irão para a suspensão.

Os trabalhadores que estiverem na modalidade suspensão de contrato irão receber pelo governo salário no valor do que seria o seguro-desemprego e a empresa continuará a pagar cesta básica e os planos odontológico e de saúde familiar.

“O emprego é o bem mais precioso neste momento de crise sanitária, econômica e política. Após uma negociação muito difícil com a empresa, sacramentamos o acordo que impediu demissão de mais de 80 pais e mães de família”, afirma o presidente interino do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região Adalberto de Souza Carvalho.

O Grupo São João opera o transporte urbano em Votorantim e em Salto de Pirapora, o intermunicipal (suburbano) entre Sorocaba e os municípios de Votorantim, Salto de Pirapora, Porto Feliz, Piedade e Boituva, o escolar em Sorocaba, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo e Piedade e o transporte por fretamento, atendendo empresas e turismo. A empresa foi notificada de greve desde o dia 18 de agosto, após a categoria entrar em estado de greve diante das inúmeras demissões e atraso pagamento de salário e direitos.

Com a aprovação da adesão à MP 936, as demissões realizadas pela empresa serão suspensas e os demais problemas, como o atraso no pagamento de salário e de horas-extras e o não fornecimento correto de tíquete-refeição serão resolvidos no próximo mês.


 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: