Entidades dos trabalhadores portuários divulgam Manifesto em defesa dos empregos e contra privatização dos portos públicos

O Sindicato dos Portuários do Espírito Santo fará nesta quinta-feira (13) uma carreata contra a privatização da CODESA.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 12/08/2020
Imagem de Entidades dos trabalhadores portuários divulgam Manifesto em defesa dos empregos e contra privatização dos portos públicos

Card | Suport-ES

A Federação Nacional dos Portuários (FNP), filiada à CNTTL, em conjunto com os seus sindicatos filiados e entidades  portuárias, que juntas representam 50 mil trabalhadores  no país, divulgaram um manifesto em defesa do trabalho e dos portos públicos.

Assinado por 12 entidades portuárias, o documento manifesta insatisfação com a política do governo federal de privatizar os portos públicos do Brasil, a começar pela Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa). Segundo as entidades sindicais, o plano do Governo já está em curso, com previsão de ir a leilão ainda este ano. 

“Quase 100 funcionários de carreira da empresa foram demitidos desde 2019, enquanto os comissionados, com altos salários, continuam na folha de pagamento da empresa. Cortar despesas, então, não parece ter sido o argumento mais coerente para justificar os desligamentos”, desta texto do Manifesto.

As entidades denunciam que ao contrário do discurso liberal, as privatizações trazem consequências nefastas, não apenas com a demissão em massa, mas a população arcará com  preços e tarifas elevadas, proibitivas, queda na qualidade dos serviços, insuficiência de investimentos, desemprego, precarização do trabalho, dentre outros malefícios.

Guarda Portuária

As entidades portuárias alertam sobre o descaso do Governo com a Guarda Portuária, que vem sofrendo de forma desumana as demissões realizadas pela CODESA, que dispensou trabalhadores das áreas administrativas e operacionais. Outras denúncias são sobre o plano de saúde, que em plena pandemia, passou a ter um custeio mais alto por parte dos trabalhadores. 

“A sede administrativa foi transferida para um condomínio na Enseada do Suá, deixando os galpões históricos à própria sorte, sem qualquer projeto de ocupação social ou cultural previsto para esse patrimônio público. Ficou clara a intenção de desvincular a administração do porto de sua essência arquitetônica, no sentido de mostrar à sociedade que o porto já está desocupado para que outro assuma o lugar", ressalta o documento.

Prejuízo econômico com a privatização

As entidades portuárias também alertam que os municípios como Vitória e Vila Velha, no estado do Espírito Santo, vão sofrer com a perda de arrecadação, com a privatização da CODESA. “Quase 20% do total arrecadado por essas cidades provêm das atividades portuárias. As entidades de classe vêm se mobilizando junto às categorias, entidades, comunidades, cidades e parlamentares, na tentativa de barrar esse processo que sangra a democracia. Foram diversos seminários, rodas de debates e reuniões com ministros, deputados, senadores, governadores, prefeitos e vereadores para levar luz aos olhos daqueles que se negam a
enxergar a realidade”, frisa documento.

Portuários do Espírito Santo fazem carreata nesta quinta-feira (13)

O Sindicato dos Portuários do Espírito Santo (Suport-ES) fará nesta quinta-feira (13) uma carreata contra a privatização da CODESA. A concentração será, às 7h, na Estrada de Capuaba – como é conhecido o trecho da BR 447 que dá acesso ao Terminal Portuário de Vila Velha (TVV). Os dirigentes sairão de carro pelas ruas da capital capixaba com destino à Portaria da Ilha do Príncipe (PDIP) da empresa.
 

Acesse aqui o manifesto das entidades portuárias
Baixe o Manifesto dos trabalhadores Portuários

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: