Ministro Moreira Franco se reúne com dirigentes do Sindicato dos Aeronautas

O encontro aconteceu na quinta-feira (7)


Publicação: 12/08/2014
Imagem de Ministro Moreira Franco se reúne com dirigentes do Sindicato dos Aeronautas

Foto: Sindicato

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA/CUT) recebeu o Ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, em seu subsede em São Paulo. O encontro aconteceu na quinta-feira (7).

De acordo com a entidade, o ministro prestou agradecimentos à categoria e ressaltou a importância dos aeronautas no sucesso das operações no período de Copa do Mundo.

Durante o encontro, o presidente do SNA, Marcelo Ceriotti, expôs as principais demandas dos tripulantes, destacando a facilitação do acesso à infraestrutura dos aeroportos e a mudança na regulamentação profissional que tramita no Congresso Federal.

Na visita, também foram  debatidos assuntos como a Medida Provisória de incentivo à Aviação Regional e a necessidade de criação de políticas para a igual competição das empresas brasileiras no mercado internacional, tendo em vista os recentes acordos de “Céus Abertos”.

O Ministro mostrou-se interessado e consciente dos temas abordados, sensibilizando-se com as questões. Ele destacou que “Prioridade” é uma palavra singular. “Nossa prioridade do momento é a aviação regional. Nós perdemos a oportunidade de fazer esta integração pela ferrovia, fizemos pela rodovia (que é muito caro), e a tendência do mundo é que cada vez mais a aviação deixe de ser um transporte exclusivo de passageiro e incorpore cada vez mais a sua utilização para carga”, destacou.



Na foto: Comissário, Leonardo Rodrigues de Souza, Comandante, Túlio Rodrigues, Comandante, Alexandre Cuisse, Diretor, Rodrigo Spader, Ministro Moreira Franco, Presidente do SNA, Comandante Marcelo Ceriotti e Comandante Roberto Costa (crédito: Imprensa/SNA)

Expansão da aviação

Segundo Moreira Franco, o interior do Brasil hoje cresce mais do que as áreas metropolitanas, o que legitima o fomento do setor. “No interior, 50% das pessoas querem voar. Elas querem usar a aviação e não a usam porque não tem acesso. Hoje o número de aeroportos em operação é em torno de 100 aeroportos, o que é muito pouco pois o Brasil é muito grande. Além disto o preço da passagem na aviação regional é 31 % mais caro que na área metropolitana”, disse.

Aeronauta

Outro ponto debatido durante o encontro foi a necessidade da conscientização de que o aeronauta não é um usuário do aeroporto, mas parte do sistema, o que justifica um tratamento específico, que atente às peculiaridades que envolvem a operação.

 “Um avião só pode parar em um aeroporto; a manutenção deste avião tem de ser feita dentro de um aeroporto. O passageiro em uma sala de embarque aguardando o voo só pode comprar alimentos dentro da sala de embarque, ou seja, não podemos ser refém do monopólio como era antigamente. Você penaliza o passageiro e o tripulante. (…) O aeronauta faz parte da natureza de um aeroporto. É um dos elementos para que funcione”, conclui o ministro.
 

Redação CNTT com SNA 

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: