Vitória: Com salários atrasados, greve dos Rodoviários na Viação Tabuazeiro completa 15 dias

Segundo o Sindicato, a situação dos trabalhadores é preocupante, muitos estão passando dificuldades financeiras, não têm dinheiro para pagar aluguel e nem comprar comida, estão sobrevivendo da ajuda de doações.

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL
Publicação: 07/05/2020 às 19:17 - Atualização: 07/05/2020 às 20:24
Imagem de Vitória: Com salários atrasados, greve dos Rodoviários na Viação Tabuazeiro completa 15 dias

Protesto dos rodoviários que percorreu as ruas da capita e foi até a sede do Palácio do Governo do Estado.

Sem salários há dois meses e com direitos trabalhistas atrasados, cerca de 400 motoristas, cobradores e funcionários da Viação Tabuazeiro, em Vitória no Espírito Santo, fizeram nesta quinta-feira (7) uma caminhada que percorreu as ruas da capital e foi até a sede do governo do estado. Os trabalhadores do transporte urbano da cidade também estão em greve há 14 dias. O movimento é organizado pelo Sindicato dos Rodoviários de Vitória (Sindirodoviários-ES). 

Segundo o Sindicato, a situação dos trabalhadores é preocupante, muitos estão passando dificuldades financeiras, não têm dinheiro para pagar aluguel e nem comprar comida, estão sobrevivendo da ajuda de doações.

"Há três anos temos problemas com essa empresa, que não está depositando o FGTS. Hoje estão atrasados o salário de março, o adiantamento salarial de abril e o tíquete alimentação, que deveria ter sido pago no dia 20 de abril. Agora com a pandemia do novo coronavírus, no qual a frota reduziu e caiu a arrecadação no sistema, a situação ficou pior”, conta o presidente do Sindirodoviários-ES, José Carlos Sales Cardoso, mais conhecido como Gaguinho, ao Portal da CNTTL.

Solidariedade, acordos e EPIs

Na quinta-feira (6), os trabalhadores no transporte urbano nas empresas Unimar e Grande Vitória, que operam na capital, fizeram paralisação em apoio aos companheiros na Tabuazeiro. “A paralisação aconteceu em toda a capital, paramos 100% o sistema. Nessas empresas a situação está normal, os trabalhadores estão recebendo”, disse Miguel Ferreira Leite, diretor do Sindicato ao Portal da CNTTL.

Perguntado sobre os acordos emergenciais por causa da pandemia de COVID-19 e se as empresas estão fornecendo máscaras e álcool gel 70% para os trabalhadores, o sindicalista informou que foram feitos acordos baseados na Medida Provisória 936, que prevê a suspensão dos contratos, por meio de pagamento de salários, uma parte a empresa e a outra é paga pelo governo federal, que usa como referência o Seguro-Desemprego. “Aqui os acordos foram 50% as empresas arcam com o salário e a outra parte o Governo Federal e temos acordos 30% e 70%. Conquistamos o direito aos EPI por meio de ação judicial, agora as empresas resolveram fornecer”, informa Dias.


Câmara aprova subsídio
Uma esperança para regularizar os pagamentos atrasados na Tabuazeiro é o Projeto de Lei (71/2020) que foi aprovado na quinta-feira (6) pela Câmara dos Vereadores de Vitória.  O PL determina o pagamento de subsídio ao transporte coletivo municipal, estimado em R$ 3 milhões.

A proposta autoriza a Prefeitura a instituir o Regime Emergencial de Operação e Custeio do Transporte Público Coletivo e ajuda a contribuir para o enfrentamento econômico e social da emergência em saúde pública decorrente da pandemia. Para entrar em vigor, o PL depende da aprovação do prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS).

Audiência de Conciliação 
A Justiça capixaba agendou uma audiência de conciliação nesta quinta-feira (7) entre o sindicato das empresas de transportes, as empresas (Tabuazeiro, Grande Vitória e Unimar), a prefeitura de Vitória e o Ministério Público do Trabalho.
A expectativa é que a situação seja resolvida. Até o fechamento dessa matéria, a audiência não tinha terminado e os trabalhadores permaneciam em greve.

 

Assista aos vídeos dos protestos dos rodoviários 

 

 



 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: