Campanha Salarial 2018: Aeroviários avaliarão em assembleias proposta de reajuste das empresas aéreas

Em assembleia, aeronautas rejeitaram proposta do SNEA. Nova rodada está prevista para o dia 29 de novembro, em São Paulo

Por: Vanessa Barboza e Viviane Barbosa, Redação FENTAC
Publicação: 22/11/2018
Imagem de Campanha Salarial 2018: Aeroviários avaliarão em assembleias proposta de reajuste das empresas aéreas

Rodada FENTAC e SNEA - foto: Mídia Consulte

Após cancelarem a rodada da Campanha Salarial da FENTAC (Aeroviários e Aeronautas) do dia 13/11, as empresas aéreas, representadas pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), apresentaram nesta quinta-feira (22) uma proposta de reajuste econômico para as categorias. Essa foi a quarta negociação e aconteceu no Hotel Mercure Ibirapuera, na capital paulista. 

Durante a rodada, as empresas propuseram o reajuste salarial de 3% nos salários e benefícios, porém, este índice está abaixo da previsão da inflação calculada pelo INPC da data-base (1º de dezembro) das categorias, que pode fechar acima de 4%. Na questão dos aeronautas, o presidente do SNEA, Ronaldo Trad, destacou que essa proposta de reajuste não seria aplicada aos valores das diárias – que se manteriam congeladas.

Já no caso dos aeroviários,  as empresas condicionaram o reajuste de 3% mediante que os trabalhadores aceitassem itens da pauta patronal (banco de horas, controle de ponto, concessão de passagens e EPIs Equipamentos de Segurança). 

Em contrapartida, as empresas aceitariam debater itens da pauta dos trabalhadores, entre eles: homologações (que sejam feitas com o acompanhamento dos sindicatos), diárias internacionais, abrangência,  acomodações fora da base e a utilização do estacionamento nos aeroportos.
 
Para a bancada dos trabalhadores,  essa proposta econômica não atendeu às expectativas, é insuficiente porque sequer repõe a inflação do período da data-base e desde a primeira negociação as empresas vêm “afunilando” as pautas. 

Os dirigentes destacaram que muitas empresas tiveram aumento da demanda, na taxa de ocupação nas aeronaves, o que gerou uma melhora nos indicadores econômicos das companhias.  

Os aeroviários e aeronautas reivindicam a reposição integral da inflação do período de 12 meses da data-base, 1º de dezembro (INPC-IBGE), acrescida de 2% a título de ganho real nos salários dos aeroviários, pilotos e comissários.

Nos pisos, cesta-básica, vale-refeição, seguro entre outros dos aeroviários a reivindicação é 10%.

Assembleias

Os sindicatos realizarão assembleias nas bases e nos aeroportos para apresentarem a proposta econômica do SNEA aos trabalhadores e definirão os encaminhamentos. 

Na base dos aeroviários estão agendadas assembleias em: Porto Alegre nesta sexta-feira (23) e Guarulhos na próxima terça-feira (27). Pernambuco e o Nacional de Aeroviários deverão convocar a categoria nos próximos dias. 

Os aeronautas realizaram na quinta-feira (22) assembleias e rejeitaram a proposta de renovação da Convenção Coletiva de Trabalho. 

Negociação com o SNEA 

Está prevista para a próxima quinta-feira (29) uma nova rodada de negociação da Campanha Salarial da FENTAC com o SNEA.


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: