SP: Metroviários fazem ato em memória às vítimas da tragédia do metrô Pinheiros

Os trabalhadores protestaram contra a impunidade e cobraram a responsabilização das empresas e do governo estadual de Alckimin (PSDB)

Por: Redação CNTTL com Metroviários de SP
Publicação: 16/01/2017
Imagem de SP: Metroviários fazem ato em memória às vítimas da tragédia do metrô Pinheiros

Foto: Sindicato

Os metroviários de São Paulo realizaram um ato em memória às vítimas da tragédia nas obras do Metrô Pinheiros, linha quatro amarela,  na quinta-feira (12).  A informação é do Sindicato dos Metroviários de São Paulo.

Os trabalhadores protestaram contra a impunidade e cobraram a responsabilização das empresas e do governo estadual de Alckimin (PSDB) . Passados dez anos do acidente, ninguém foi condenado.

Tragédia 

O acidente ocorreu por volta das 15h do dia 12 de janeiro de 2007, na rua Capri. O cobrador Wescley Adriano da Silva ocupava o seu lugar no micro-ônibus que fazia a linha Casa Verde-Pinheiros quando uma cratera se abriu no canteiro de obras da estação, “engolindo” a van em que ele se encontrava.

Além dele, também morreram no acidente o motorista da van Reinaldo Aparecido Leite, os passageiros Márcio Alambert e Valéria Alves Marmit, o motorista de um caminhão que trabalhava na obra e que também foi “engolido” pela cratera Francisco Sabino Torres, e a aposentada Abigail de Azevedo e o office boy Cícero Augustino da.Silva, que chegavam ao ponto de ônibus no momento do acidente.


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: