Lula: “Eu não vou dizer que eu vou voltar. Eu vou dizer que nós vamos voltar”

Em encontro do MST em Salvador, líder político defendeu a realização de eleições diretas em 2017: “Este país tem condições de ser muito melhor”

Por: Com Agência PT
Publicação: 12/01/2017
Imagem de Lula: “Eu não vou dizer que eu vou voltar. Eu vou dizer que nós vamos voltar”

Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na quinta (11), do 29º Encontro Estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Salvador (BA). O evento foi organizado para avaliar, planejar e construir coletivamente a luta em defesa da reforma agrária na Bahia.

Lula exaltou a distribuição de renda sem precedentes ocorrida durante seus dois mandatos (2003-2010) e lamentou que o o povo brasileiro esteja perdendo a crença em seu futuro. “O Brasil não pode sair do otimismo e esperança que estava para a desgraça que estamos hoje. Deus tinha virado brasileiro. Será que ele ‘desvirou’? Este País tem condições de ser muito melhor”, ressalta. 

Diretas Já

O ex-presidente defendeu, como forma de superar a crise política e econômica, a realização de eleições diretas já em 2017. Disse também que será candidato, seja na antecipação de eleições, seja em 2018. “Vamos voltar e implementar programas sociais que retomem a autoestima do povo”.

Segundo ele, programas sociais realizados durante os governos do PT, de 2003 a 2016, como o Luz para Todos e o Bolsa Família, são uma prova de que investir na qualidade de vida e na capacidade de consumo da população mais pobre são a maneira mais justa e correta de se enfrentar uma crise econômica. “Levar luz para que uma mãe do sertão seja capaz de dar banho quente no seu filho é tão importante como garantir energia para encher a banheira de uma madame da avenida Paulista”, comparou o ex-presidente.

Lula apontou para a necessidade de Diretas Já: “Temos que ter eleições diretas de novo. O [José] Serra quer ser presidente? Ótimo. O [Michel] Temer quer ser presidente? Ótimo. O [Sérgio] Moro quer ser presidente? Ótimo. Entrem em um partido político e concorram. O que não pode é querer ser presidente dando um golpe”, finaliza. 

 

 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: