Lula: "Vamos reconstruir tudo o que a gente fez. A gente sabe levantar"

Mobilização nacional consultará Brasil sobre a realização de "Diretas Já"

Por: Redação CNTTL com Lula.com
Publicação: 02/09/2016
Imagem de Lula:

Movimento em Defesa das Diretas Já em 1980 - foto: divulgação

O ex-presidente Lula participou nesta sexta-feira (2) de reunião na executiva do Partido dos Trabalhadores em São Paulo para falar sobre a atual situação política do país e traçar os novos rumos da esquerda para combater o retrocesso no Brasil.

Entre as iniciativas aprovadas pelo grupo, está a mobilização nacional do partido em defesa das "Diretas Já", para que o povo decida os caminhos do país. "Se antes havia divergências sobre a proposta de antecipação de eleições presidenciais, agora a situação é outra, pois o Estado tem à frente um governo usurpador, ilegítimo, sem votos, com um programa antipopular e antinacional", afirma a resolução política do PT sobre o golpe. 
 

Durante a reunião, Lula falou sobre a injustiça que o partido está sofrendo e lembrou que o PT não só governou por 13 anos, mas fez também a maior revolução social já vista no país. "O PT não merecia passar o que está passando, não só por tudo que fizemos pelo Brasil, mas porque nós temos uma experiência, que mesmo com todos nossos defeitos, é a mais exitosa do Brasil. Era preciso apostar na não continuidade do PT porque eles tinham medo de ultrapassarmos 2018 e governar por 20 anos esse país", diz. 
 

Cheio de disposição para lutar em defesa dos direitos conquistados e viajar pelo Brasil para mostrar o legado dos últimos anos, Lula diz que está triste, mas afirma que não perdeu a esperança. "Quem pensa que o PT vai acabar, não conhece esse partido. Não tem noção do quão enraizado este partido está no Brasil. Enquanto estamos aqui conversando, certamente tem alguém construindo um PT na sua cidade".
 

Para o ex-presidente, é importante que, agora, o partido saiba quais as propostas devem ser tomadas para despertar no coração do povo a vontade de lutar outra vez. "Nós não queremos ser hegemônicos, mas temos que nos colocar como maior força de esquerda desse país. Temos história para isso", diz. 
 

Segundo Lula, a oposição quer extirpar o PT da luta política do país. "Esse partido incomoda. O PT sofreu esse golpe pelas coisas boas que implementou no Brasil", disse o ex-presidente.  

Lula acredita que o golpe parlamentar foi construído meticulosamente e Michel Temer sabia, desde o início, que era um golpe. "Ele sabia que não havia crime de responsabilidade", diz. Para o ex-presidente, Temer está no poder por ter se comprometido em entregar uma fatia do estado brasileiro, como o Pré-Sal, por exemplo. "O pré-sal é a maior descoberta de petróleo do século XXI e sabemos que a questão energética é muito importante para o desenvolvimento mundial". 
 

O ex-presidente falou ainda que é necessário construir algo novo no país e afirmou que vai ajudar a fortalecer o partido. "Não adianta ficar lamentando, temos que apontar para o futuro. Vamos reconstruir tudo o que a gente fez a partir das coisas boas que a gente fez. Um bom partido como o nosso deve ressurgir. A gente sabe levantar. Com disposição e novas propostas", afirmou Lula. 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: