Lula: “É o momento de mostrar que podemos barrar o retrocesso”

Ex-presidente gravou uma mensagem aos participantes do 22º Foro de São Paulo, realizado em El Salvador

Por: Do Vermelho
Publicação: 29/06/2016
Imagem de Lula: “É o momento de mostrar que podemos barrar o retrocesso”

Frame vídeo

O ex-presidente Lula enviou uma mensagem aos participantes do 22º Foro de São Paulo, realizado no último final de semana em El Salvador, onde destacou a importância da reunião para os avanços obtidos na América Latina na última década. “Nós mostramos que era possível mudar a paisagem política, social e econômica da América Latina. Este é o momento de mostrar que podemos solidariamente barrar as tentativas de retrocesso e continuar avançando”, disse em vídeo. 

Lula destacou que o primeiro encontro do Foro de São Paulo, realizado em 1990 na capital paulista, foi o impulso para um largo processo de mudanças positivas em vários países da região. E agradeceu a solidariedade dos chefes de Estado e dirigentes políticos das nações vizinhas no processo de tentativa de barrar o golpe em curso no Brasil. 

“Desde que nos reunimos pela primeira vez em São Paulo em 1990 conquistamos grandes avanços para nossos países. Vencemos muitas eleições difíceis, aprovamos leis muito mais democráticas, apostamos na participação política das classes populares e promovemos transformações sociais de grande envergadura, livrando da pobreza e da exclusão milhões e milhões de pessoas”, afirmou o ex-presidente. 

Para Lula, as reuniões do Foro são fundamentais para o alinhamento estratégico dos partidos progressistas de esquerda e centro-esquerda. “Há 26 anos o Foro de SP tem sido uma referência fundamental da América Latina na defesa da democracia e da transformação social. Em pouco mais de uma década a América Latina mudou para melhor sob a liderança de partidos que integram do Foro de São Paulo. Além disso, o Foro de São Paulo contribuiu positivamente para o diálogo e a cooperação entre nosso povos e países.” 

O ex-presidente acredita também que os mecanismos de integração não teriam sido possíveis sem este processo de “diálogo franco” entre os países. “A Celac, a Unasul não seriam possíveis sem este diálogo franco e generoso entre partidos progressistas de esquerda e de centro-esquerda. Tivemos mais de uma década de avanços extraordinários, mas a verdade é que hoje estamos passando por um momento grave que ameaça a democracia e as conquistas sociais em vários países da região.” 

Golpe no Brasil

Lula aproveitou a ocasião para denunciar, uma vez mais, o golpe em curso no Brasil cujo principal objetivo é “destruir as conquistas sociais, entregar o patrimônio público e solapar a solidariedade que construímos entre países irmãos”. 

“Aqui no Brasil as forças conservadoras e antipopulares tentam consolidar um golpe de Estado contra a presidenta Dilma Rousseff. Ao qual resistem amplos setores democráticos e progressistas. Trata-se de um processo de impeachment fora da lei e da Constituição porque a companheira Dilma não cometeu crime algum”, defendeu Lula. 

“A defesa da democracia no Brasil, como em qualquer outro país da região, é uma causa que diz respeito a todos os companheiros da América Latina. É a causa dos pobres, dos humildes, dos trabalhadores, das mulheres, dos indígenas, dos negros, de todos que foram secularmente explorados e oprimidos em nosso continente. De todos que nesta última década elevaram sua voz e conquistaram sua vez”, disse. 


 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: