Campanha Salarial: Aeroportuários iniciam negociação com a Infraero

Rodada acontece nesta quarta (8) e na quinta-feira (9)

Por: Redação CNTTL com SINA
Publicação: 08/06/2016
Imagem de Campanha Salarial: Aeroportuários iniciam negociação com a Infraero

divulgação

A primeira rodada de negociação da Campanha Salarial dos Aeroportuários na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) será realizada nesta quarta (8)  e na quinta (9). A informação é do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA).

O Sindicato informa que as cláusulas sociais vigentes estão garantidas até 31 de abril de 2017 e foram  negociadas com a Infraero no ano passado. Com isso, o Sina e a estatal  devem negociar as cláusulas econômicas do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), retroativas à data-base, em 1º de maio.

Desde 3 de junho, a Infraero está com novo presidente, o engenheiro Antônio Claret de Oliveira. “Ainda não sabemos qual sua tendência ou estilo de gestão. O resultado das negociações da primeira rodada é imprevisível diante da conjuntura atual, do que está acontecendo no Brasil, nesses tempos Temer. Mas vamos informar à categoria todas as discussões que houver, e precisamos de mobilização para garantir avanços nas negociações”, ressalta o presidente do Sindicato, Francisco Lemos.

Concessionárias

As negociações entre o Sina e as concessionárias que administram os aeroportos de Guarulhos-SP, Campinas-SP, Galeão-RJ, Confins-MG, Brasília-DF e São Gonçalo do Amarante-RN já foram iniciadas e devem continuar no próximo dia 15 de junho (quarta-feira).

Principais reivindicações

Os trabalhadores nas concessionárias e na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) aprovaram a reivindicação de reajuste salarial de 15%. 

Outras lutas da categoria aeroportuária são as melhorias nos direitos sociais, tais como: a inclusão de pais como dependentes no convênio médico, a tolerância de atrasos de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a estabilidade pré-aposentadoria, independente do tempo de trabalho na empresa (atualmente, a CLT prevê dez anos de trabalho na concessionária para que a aposentadoria possa ser validada). 

Além disso, o SINA também reivindica o pagamento de um abono convertido em vale-alimentação no valor de R$ 460,00, em duas parcelas.

A data-base da categoria é 1º de maio e estão em campanha cerca de 12 mil trabalhadores na Infraero e cinco mil nas concessionárias, totalizando 17 mil aeroportuários.

 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: