Aeronautas atuam no combate às demissões na Omni Táxi Aéreo

Empresa demitiu um número expressivo de trabalhadores, desobedecendo a CCT da categoria

Por: Redação CNTTL com SNA
Publicação: 20/01/2016
Imagem de Aeronautas atuam no combate às demissões na Omni Táxi Aéreo

divulgação

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) apresentará denúncia ao Ministério Público do Rio de Janeiro para que sejam tomadas as devidas providências contra a redução da força de trabalho na Omni Taxi Aéreo. 

Segundo o Sindicato, a empresa demitiu um número expressivo de tripulantes nos últimos quatro meses, o que configura redução da força de trabalho.

De acordo com a entidade, havendo necessidade de redução da força de trabalho, a empresa deve obedecer às regras impostas pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria – cláusula 30 da CCT do Taxi Aéreo em vigor.

A redução de força de trabalho é configurada quando ocorre a dispensa, em um período de 120 (cento e vinte) dias consecutivos, de aeronautas em número superior a cinco ou que representem mais de 15% (quinze por cento) dos aeronautas da empresa —sem que ocorram novas contratações de aeronautas nos 60 dias seguintes ao referido período.

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: