Porto Alegre: Rodoviários denunciam perseguição dos patrões

Desde a greve de fevereiro da categoria, 60 trabalhadores já foram demitidos


Publicação: 18/09/2014
Imagem de Porto Alegre: Rodoviários denunciam perseguição dos patrões

Trabalhadores durante a coletiva (foto: CUT/RS)

Rodoviários de Porto Alegre concederam uma entrevista coletiva à imprensa, na terça-feira (16), para esclarecer as constantes agressões e perseguições que os representantes da categoria têm sofrido.

Três dos cinco trabalhadores que estavam na entrevista foram demitidos por justa causa, dois já conseguiram a reintegração. Alceu Weber, rodoviário da Carris, teve sua demissão transformada em suspensão e Adailson de Lima Rodrigues, da Trevo, foi reintegrado através de decisão judicial. Guilherme de Souza, conhecido como Tio Chico, da Nortran, foi dispensado no dia 10 de setembro, e busca uma mediação com a empresa antes de entrar com ação judicial.

Weber é diretor da CUT-RS, Rodrigues e Souza integram a Comissão Interna de Prevenção de Acidente (CIPA), o que garante estabilidade na empresa, direito que foi desrespeitado de forma arbitrária nas três situações. “Todas as demissões foram amplamente divulgadas na mídia, mas não noticiaram que conquistamos as reintegrações”, disse Weber.

“Há uma clara tentativa de desconstituir o grupo Rodoviários na Luta, às vésperas da eleição sindical e do processo licitatório do transporte urbano de Porto Alegre”, acrescentou ele, questionando também os interesses que estão por trás dessas atitudes: “os patrões e os gestores querem um grupo que liderou a greve no comando do sindicato?”

Perseguição pós-greve

Após a greve de 15 dias, realizada em fevereiro deste ano, 60 rodoviários já foram demitidos por justa causa. De acordo com a categoria, a maioria participou do movimento grevista.

“Todos sabem que o nosso grupo acredita que transporte não é mercadoria, defendemos o transporte público, já denunciamos inúmeras irregularidades administrativas e explorações que os rodoviários sofrem. Se o serviço oferecido é de péssima qualidade isso é um reflexo das condições de trabalho dos rodoviários”, declarou Weber.

Pleito

A eleição sindical será realizada no dia 2 de novembro, no Ginásio Tesourinha, em Porto Alegre. 

Licitação

A prefeitura deve publicar um novo edital para a licitação na sexta-feira (19). Em 31 de março de 2014, foi iniciado o processo licitatório, porém, nenhuma empresa manifestou interesse em participar da concorrência. Esta seria a primeira licitação do transporte público da história da capital gaúcha. Desde 1920, o sistema funciona através de permissões.

Redação CNTT com informações da CUT/RS 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: