Presidente do SINA fala sobre as consequências para Brasil da venda dos aeroportos brasileiros

O dirigente foi entrevistado pelo Podcast Embarque 360º, que aborda temas do mundo do trabalho da aviação e tecnologia nos aeroportos.

Por: Viviane Barbosa, Redação CNTTL
Publicação: 02/06/2021
Imagem de Presidente do SINA fala sobre as consequências para Brasil da venda dos aeroportos brasileiros

card do Episódio

Está no ar mais um episódio da primeira temporada do Podcast Embarque 360º. Toda semana, o programa aborda temas interessantes do mundo do trabalho da aviação e novidades  tecnológicas implementadas pelos aeroportos no Brasil e no mundo.

Apresentado pela jornalista e editora da Revista Embarque e assessora de comunicação da CNTTL,  Viviane Barbosa, o episódio fala sobre os impactos da privatização dos aeroportos brasileiros. Recentemente, o Governo Federal comemorou a venda de mais 22 aeroportos da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) para grupos privados estrangeiros, a venda totalizou R$ 3,3 bilhões. Para ter ideia desse montante, um apartamento de alto luxo custa R$ 10 milhões nas zonas nobres de São Paulo e Rio de Janeiro, isso significa que cada aeroporto custou o equivalente a 15 desses imóveis.

“Mas será que vender o patrimônio da Infraero, considerada internacionalmente com alto nível de excelente aeroportuária, é de fato um bom negócio para o Brasil?” Quais serão as consequências para quem usa o aeroporto e para quem trabalha nele?” são os temas centrais do programa.

O convidado para esse bate-papo descontraído é o presidente do Sindicato Nacional dos aeroportuários (SINA), Francisco Lemos. Ele trabalha na Infraero há 30 anos  no Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado na cidade de Guarulhos — maior complexo aeroportuário do Brasil hoje administrado pela concessionária GRU Airport.  O SINA representa os funcionários da Infraero e das concessionárias que administram os aeroportos no país.

Em entrevista ao Podcast Embarque 360º, Lemos disse que não é contra a iniciativa privada explorar os aeroportos, mas defende que esses grupos estrangeiros deveriam somar e não pegar o que está pronto e que funcionava de forma integrada no país. “Muita gente está comemorando, mas as operações são sentidas por lojistas, passageiros e taxistas. O granito está bonito, mas a operação do tráfego aéreo está comprometida. A Infraero ainda detém o maior know-how de aeroportos do mundo, com atividade reconhecida internacionalmente”, alerta o dirigente.

Lemos também falou sobre os desafios da retomada do mercado da aviação na pós-pandemia e deu dicas de filmes e séries para quem é apaixonado pelo mundo da aviação. O programa está imperdível!

Sobre o Podcast Embarque 360º

O programa é um bate-papo descomplicado sobre a aviação civil brasileira e visa apresentar as novidades tecnológicas nos aeroportos e as transformações do mercado de trabalho desse importante modal de transporte que não para.

O podcast é apresentado pela jornalista Viviane Barbosa, editora da Revista Embarque, assessora de imprensa da CNTTL, que tem 25 anos de experiência na cobertura jornalística dos modais de transportes sob ótica do mundo do trabalho.

Toda semana especialistas e profissionais da aviação contarão novidades para os passageiros que usam o avião como meio de transporte e para os trabalhadores e trabalhadoras que atuam na indústria.

 

Ouça o Episódio


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
E-mail: jornalismo@midiaconsulte.com.br



Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
 

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: