Filme sindical "Abraço" estreia nos principais cinemas do país e em plataformas

O longa metragem narra a mobilização de 30 mil professores sergipanos, que, em 2008, decidiram juntos travar uma batalha jurídica e política por seus direitos

Por: Viviane Barbosa, da Redação da CNTTL comSOS Brasil Soberano
Publicação: 15/10/2020
Imagem de Filme sindical

cena do filme

Estreou nesta quinta (15), Dia dos Professores, o longa-metragem Abraço, dirigido por DF Fiuza, que conta de forma  a mobilização de 30 mil professores, de diferentes cidades de Sergipe, que, em 2008, decidiram ir à capital travar juntos uma batalha jurídica e política por seus direitos. O episódio marcante para a história das lutas sindicais e dos trabalhadores faz uma ponte emocionante com a realidade atual.

É um marco histórico para o movimento sindical: é a primeira vez que um filme de ficção, longa metragem, é realizado com recursos da classe trabalhadora, e que chega aos cinemas para o grande público

O filme começa a ser exibido em cinemas — com ocupação reduzida, devido à pandemia –, nas cidades de  Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza, Belém/Ananindeua, São Paulo, Manaus e Brasília. Online, está em cartaz nas plataformas virtuais www.cinemavirtual.com.br e na www.looke.com.br.

No dia 29 de outubro, entra na programação (streaming) da Apple TV, do Google Play, Now, Vivo Play e YouTube Filmes, distribuído pela O2 Play Filmes.

Abraço nasceu para celebrar, em 2017, os 40 anos do Sindicato dos Professores de Sergipe (Sintese), responsável pelo financiamento integral do projeto. Tem o objetivo de criticar e expressar as angústias da realidade atual do país, na melhor tradição dos intelectuais orgânicos, na definição do filósofo marxista Antonio Gramsci.

Sobre o filme

Produzido para ter um caráter artístico/documental, o filme é baseado em fatos reais e utilizou mais de 500 figurantes reais e mais de 80 atores locais, de Sergipe, desconhecidos do grande público.

O longa faz uma leitura e uma crítica ao cenário político brasileiro atual, principalmente no tocante à desvalorização permanente dos professores e da educação de modo geral.

Apesar da crítica social, trata-se de uma obra de ficção que aborda o drama pessoal de uma professora dividida entre a defesa de seus direitos profissionais e a rotina doméstica em sua casa.

O filme "Abraço" venceu os prêmios de Melhor Filme (Júri Popular), Melhor Atriz e Melhor Trilha Sonora Original no Festival de Cinema de Pernambuco 2019.

 


Redação CNTTL

Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação &Marketing 

Editora e Assessora de Imprensa:Viviane Barbosa MTB - 28121 
WhatsApp Redação: (11) 96948-7446


Siga a CNTTL nas redes sociais:
www.facebook.com/cnttloficial
www.twitter.com/cnttloficial
www.youtube.com/cnttl
Modalcast https://spoti.fi/2YAFWKn #Episódio 4

Mídia

Filiados

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: