Guarulhos: Aeroviários e aeroportuários participam de reunião para debater falta de segurança nos arredores do GRU Airport

Uma reunião já está agendada para o próximo dia 19 com o Batalhão da PM para discutir a necessidade emergencial de patrulhamento e policiamento nos arredores do aeroporto

Por: Redação CNTTL
Publicação: 13/06/2017
Imagem de Guarulhos: Aeroviários e aeroportuários participam de reunião para debater falta de segurança nos arredores do GRU Airport

Reunião no Sindigru no dia 7 de abril foto: Sindicato

Para tratar sobre a falta de segurança pública nos arredores do aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport), dirigentes do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (Sindigru), do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Auxiliares de Guarulhos (Sintaag) e do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina)  participaram na última quarta (7) de reunião extraordinária com o deputado estadual (PT/GRU), Alencar Santana. 

No encontro, foi definido um documento de reivindicações que consiste em aumentar o Reforço Policial nos horários de pico e nas trocas de horários de turnos: 6h, 12h, 18h e 00h; ampliação das linhas de ônibus na região; bem como ônibus maiores, pois os atuais micro-ônibus são pequenos e desconfortáveis e estabelecer uma base policial entre os principais acessos ao Aeroporto (ponte Sata e Baquirivu).  

O parlamentar Alencar será o porta-voz desse pleito que cobrará da Prefeitura e do Comando da Polícia Militar de Guarulhos uma solução imediata para o problema da falta de segurança no Aeroporto, considerado o maior da América Latina no tráfego de passageiros e cargas. Por isso, é importante que seja dada prioridade máxima, em razão que todos os dias os trabalhadores têm colocado suas vidas em risco quando vão trabalhar.


Reunião 
Uma reunião já está agendada para o dia 19 de junho com o Batalhão da PM para discutir a necessidade emergencial de patrulhamento e policiamento na localidade. 
O movimento conta com o apoio do Núcleo Sindical Cidadão (NSC), que reúne o Sindigru e todos os sindicatos  cutistas do Município.            

Histórico 
A luta em defesa de Segurança Pública e por mais ônibus e linhas de acesso para todos aeroviários e funcionários no Aeroporto Internacional de São Paulo, GRU Airport, não vem de hoje. 
 Há um ano, o Sindigru, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Auxiliares (Sintaag),  enviou à Secretaria de Segurança Pública do Município, um ofício com graves reclamações de trabalhadores na aviação sobre o aumento da criminalidade e da violência, principalmente, nas principais vias de acesso ao aeroporto: na Avenida Baquirivu, na ponte Aeroporto-bairro, na saída pela Avenida Helio Smith, próximo ao Terminal de Passageiros 1.
Relatos de diversos trabalhadores são assustadores: esses locais nos horários de pico ficam desertos, a iluminação é ruim, fatos que tornam a região perigosa e atrativa para criminosos. 
O Sindigru já havia recebido queixas de assaltos, agressões físicas, espancamentos e até estupros. Na época foi perguntado às autoridades o que precisaria acontecer mais para que as devidas providências fossem tomadas. Mesmo diante dessas denúncias,os  órgãos competentes não fizeram nada a respeito das denúncias do Sindigru. 
Recentemente, um assassinato frio, ocorrido na ponte que dá acesso à Sata, tirou a vida de Evelin Pereira, funcionária na empresa  auxiliar Dnata, no Aeroporto. 

Transportando CNTTL-CUT
Secretário Nacional de Comunicação: José Carlos da Fonseca - Gibran
Agência: Mídia Consulte Comunicação

Editora:Viviane Barbosa MTB - 28121 
Redatora: Vanessa Barboza MTB-74572
Assessoria de Comunicação: Mídia Consulte 
Redação: Imprensa /CNTTL :: Transportando o Brasil 
Siga-nos: http://www.twitter.com/cnttcut
Flickr: http://www.flickr.com/photos/cnttcut/

Mídia

Canal CNTTL

+ Vídeos

Cobertura Especial

Parceiros

Boletim Online

Nome:
Email: